Huawei investe na realidade virtual com Daydream da Google

InovaçãoWearable
0 0 Sem Comentários

A Huawei é uma das primeiras parceiras da Google na plataforma de realidade virtual Daydream, e já veio confirmar o lançamento de produtos para este ano.

A Daydream VR foi anunciada na semana passada, durante a conferência anual Google I/O, e consiste numa plataforma para programadores e fabricantes no mercado de realidade virtual. A intenção é criar conteúdos de elevada qualidade para smartphones com uma série de requisitos e, mais à frente, óculos de realidade virtual que obedecem a características desenhadas pela Google. A Huawei já é parceira da empresa para o Android e vai lançar-se neste novo segmento.

“Esta parceria inclui inovações em equipamentos, aplicações e conteúdos VR. A marca irá, assim, introduzir dispositivos compatíveis com experiências Daydream, integrando os novos chipsets Huawei Kirin e Qualcomm“, avança a empresa asiática.

Os smartphones, óculos e comandos Huawei preparados para a plataforma Daydream serão lançados “já no final de 2016“, presumivelmente a tempo das compras natalícias, adianta a marca.

“A Huawei orgulha-se desta colaboração com a Google, e com outros fabricantes globais e líderes na indústria, no desenvolvimento de um ecossistema e na criação de experiências ricas e emergentes Daydream junto dos utilizadores”, acrescenta.

O lançamento da plataforma já era mais ou menos esperado, tendo em conta o sucesso do projeto Cardboard da Google e as entradas de peso no mercado – Oculus Rift e HTC Vive no primeiro semestre, PlayStation VR no segundo.

O foco inicial estará nos conteúdos e nos smartphones preparados para a realidade virtual – é uma forma mais fácil e acessível aos bolsos da maioria dos consumidores. A Google referiu na I/O que a ideia é dar acesso a conteúdos de elevada qualidade sem ser necessário investir em computadores de alta potência (além dos headsets em si, que vão dos 400 aos 800 euros).

No entanto, a tecnológica também partilhou os designs de um headset e comando Daydream que serão seguidos pelos parceiros de hardware como a Huawei. Essa será a segunda fase.

Esta parceria é feita pela Huawei Consumo, uma das três unidades de negócio da marca asiática, onde se englobam telemóveis, smartphones, dispositivos de banda larga móvel e dispositivos domésticos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor