Huawei quer criar 5500 postos de trabalho na Europa

Mobilidade

A empresa chinesa Huawei quer criar 5500 empregos na Europa, em resultado do seu plano de expansão na região, nos próximos cinco anos. Patrick Zhang, responsável de marketing do Huawei Enterprise Business Group, prevê que, entre 2016 e 2018, o seu negocio na Europa possa gerar lucro no casa dos mil milhões de dólares. A

A empresa chinesa Huawei quer criar 5500 empregos na Europa, em resultado do seu plano de expansão na região, nos próximos cinco anos.

A man walks past a Huawei company logo outside the entrance of a Huawei office in WuhanPatrick Zhang, responsável de marketing do Huawei Enterprise Business Group, prevê que, entre 2016 e 2018, o seu negocio na Europa possa gerar lucro no casa dos mil milhões de dólares.

A fabricante mostra, assim, que continua empenhada em investir no continente europeu, apesar de as entidades europeias estarem a ponderar a hipótese de avançarem com um processo por presumível comportamento anticompetitivo contra a empresa.

O responsável afirma que a Europa oferece mais potencial de crescimento do que os Estados Unidos, referindo que “o progresso de expansão na Europa é diferente do dos Estados Unidos, onde temos dificuldades de acesso geradas pelas razões infundadas apresentados pelos norte-americanos”.

Em causa está o relatório resultante de uma investigação realizada no ano passado pelo congresso, que concluía que as empresas chinesas, onde se inclui a Huawei, mantinham forte ligação com o governo chinês e aconselhava as empresas norte-americanas a não fazerem negocio com as tecnológicas chinesas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor