Huawei P9: depois da lente Leica, o que esperar?

MobilidadeSmartphones

Daqui a algumas horas vai ser oficialmente apresentado o novo topo de gama da Huawei, o P9. A ver o que nos reserva a marca chinesa já que nos últimos dias foram vazadas para a Internet imensas informações que quase parecem detalhar o novo equipamento. A não ser que haja surpresas. Pelo sim, pelo não, a B!T já está em Londres para fazer a cobertura do evento.

Vamos por partes. Já sabemos obviamente que o dia de lançamento é hoje. Aliás, soube-se mal terminou a conferência de imprensa em Barcelona, no MWC. Mas ainda não sabemos a data de início das vendas.

O preço, dizem vários sites, deverá variar entre 299 dólares e os 699 dólares, dependendo da versão do equipamento e há mesmo quem avance que este será comercializado em quatro edições, cada uma com configurações específicas.

Avancemos para o design. Sobretudo pelas três fotografias de detalhes que a Huawei publicou depreende-se uma câmara com lente dupla, um leitor biométrico e o acabamento metálico. Fala-se ainda de um sensor laser sob o flash dual LED e, na parte inferior do dispositivo, o altifalante, o conector para fones de ouvido e uma porta USB-C, como de resto já era esperado.

O ecrã deverá seguir o seu antecessor P8, apresentado há um ano precisamente em Londres e ter um ecrã de 5,2 polegadas. Dizem que serão lançadas duas versões, uma com resolução FullHD e outra QuadHD. A ver.

O processador deverá ser o Kirin 950 (Mate 8) e a RAM será de 4GB enquanto a bateria deverá ter uma capacidade de 3000 mAh. A ver.

A câmara poderá ser o grande trunfo do novo equipamento. Para já, porque terá duas lentes. De resto, a hashtag #OO promovida pela Huawei para apresentação e a frase “Mude a forma como vê o mundo” reportam à lente dupla da câmera do aparelho. Aliás, algo que a própria Huawei já usou na marca Honor. E a LG no G5. Depois, porque a recente parceria com a Leica pode ter aqui a sua máxima expressão. A ver!


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor