Huawei mais perto de um crescimento estabilizado

Negócios

A chinesa Huawei comunicou hoje que nos primeiros seis meses deste ano conseguiu um crescimento de 19 por cento nas receitas, pelo que está agora mais perto de alcançar um crescimento mais estável e sustentado. No primeiro semestre de 2014, a tecnológica sediada em Shenzen arrecadou receitas de 21,88 mil milhões de dólares e registou

A chinesa Huawei comunicou hoje que nos primeiros seis meses deste ano conseguiu um crescimento de 19 por cento nas receitas, pelo que está agora mais perto de alcançar um crescimento mais estável e sustentado.

Huawei

No primeiro semestre de 2014, a tecnológica sediada em Shenzen arrecadou receitas de 21,88 mil milhões de dólares e registou uma margem operacional de 18,3 por cento, consequências, segundo a Huawei, de sólidas apostas em redes LTE. Cathy Meng, diretora financeira da fabricante de smartphones, avançou que estas melhorias foram causa da cimentação da posição de liderança da Huawei no mercado dos serviços de banda-larga móvel, apontando ainda o rápido crescimento nos segmentos de software e de serviços como fatores de influência.

O incremento observado nas vendas da tecnológica chinesa, que a empresa disse não ser surpresa alguma, pois não diverge do que já havia calculado, surge momentos depois da sua oponente ZTE ter comunicado um salto de 222 a 270 por cento nos lucros líquidos no primeiro semestre deste ano.

A ZTE atribuiu este crescimento a margens mais satisfatórias e a receitas originada por novos contratos que cobrem a rede de telecomunicações de próxima geração da China.

Em 2013, a Huawei revelara um aumento de 10,8 por cento nas receitas da primeira metade do ano, e de 12,2 por cento nas suas margens operacionais do mesmo período.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor