Huawei lança Mate 10 Series com inteligência artificial

MobilidadeSmartphones

O CEO da Huawei Consumer Business Group, Richard Yu, apresentou hoje, em Munique, o mais recente flagship da marca que é, também, o primeiro do mundo a incluir o novo processador Kirin 970. São três os modelos da família: o Mate 10, o Mate 10 Pro e a edição limitada Mate 10 Porsche Design.

O executivo da Huawei começou por indicar que o Mate 10 Series são smartphones inteligentes de extrema performance com o processador mais avançado do mundo. Os novos equipamentos seguem os parâmetros da família Mate: alta performance, grande display, bateria de longa duração e compactos.

“No início deste ano, a Huawei apresentou a sua visão para o futuro dos smartphones. No seu centro estava a inteligência artificial e o início de uma nova Era “, disse Richard Yu.

“Cumprindo a promessa de IA, a nova série Huawei Mate 10 traz o futuro à vida presente, projetada para enriquecer a experiência dos utilizadores”, acrescentou.

A inteligência artificial (IA) é mesmo a grande aposta da Huawei para diferenciar esta nova gama da concorrência. É que o Kirin 970 tornar o smartphone 50 vezes mais eficiente a nível energético e melhora a performance em 25 vezes.

O Kirin 970 é desenvolvido com um processador TSMC 10nm avançado e com um CPU quad-core Cortex-A73 e quad-core Cortex-A53, um GPU de 12 núcleos de próxima geração e a primeira NPU projetada especificamente para um smartphone. O Kirin 970 contém ainda um novo ISP duplo para fotografia inteligente com tecnologia IA.

A IA vai estar em quase todas as ações que o utilizador fizer com o telefone, desde gerir a tirar fotografias. O NPU do Kirin 970 vai aprender com o utilizador ao longo da utilização, tornado o Mate 10 num smartphone verdadeiramente inteligente.

Além disso, ao combinar a inteligência individual e coletiva para a IA no equipamento, a nova série Huawei Mate oferece respostas em tempo real aos utilizadores, incluindo reconhecimento de cenário e objectos em tempo real e um tradutor optimizado IA.

Os smartphones tendem a diminuir a performance ao longo do tempo mas a Huawei criou um modelo de utilização que para contornar esta situação e assim, o Mate 10 Series perde cerca de 10% de performance.

Huawei Mate 10 Pro_Mocha Brown_Front_lr

O novo Mate 10 Pro tem ecrã de 6 polegadas FHD OLED HDR com um rácio de 18:9 enquanto que o Mate 10 tem um display de 4,9 polegadas 2K RGBW HDR com rácio 16:9.  Ambos os dispositivos estão optimizados para leitura e navegação na web, disse o CEO da Huawei.

O Pro tem 6GB de RAM e 128 GB de ROM e o Mate 10 tem 4GB de RAM e 64 ROM. Os equipamentos são muito finos  com 7,9mm e 8,2 mm, respetivamente. 

bateria dos novos Huawei étambém um trunfo, 4000 mAh para uma duração de 1 dia para heavy users e 2 dias para utilizadores normais. O carregamento rápido é outra das preocupações da marca. Os Mate 10 carregam 58% da bateria em apenas 30 minutos.

A nível de câmaras, a Huawei mantém a sua parceria com a Leica. A dupla câmara do Mate 10 Pro e Mate 10 tem sensores de 20MP monocromático e de 12MP RGB ambas com abertura f/1.6 e a frontal é de 8MP, com abertura  f2.0, Bokeh alimentado por IA e zoom digital optimizado pela IA.

O novo reconhecimento de objectos e cenários em tempo real, que optimiza automaticamente as configurações da câmara com base no objeto e no ambiente, suporta uma função avançada de Zoom Digital com IA, com Detecção de Movimento IA para retratos mais claros e imagens mais nítidas.

O Huawei Mate 10 é lançado com o novo EMUI 8.0 da Huawei, desenvolvido pelo Android 8.0. Os recursos incluem uma função de ecrã inteligente num interface de ecrã dividido para executar duas aplicações lado a lado e suporte para uma experiência de desktop completa – espelhando ou estendendo a exibição do smartphone, enquanto notificações pessoais, chamadas e mensagens permanecem privadas.

O Mate 10 Series  vai ainda disponibilizar um Modo PC que irá permitir ligar o dispositivo diretamente a um monitor e servir de computador, sem necessitar de qualquer dock ou outros acessórios, a não ser um cabo de ligação. A ideia é proporcionar aos utilizadores um escritório mobile em qualquer lugar.  Tudo isto sem interrupções de chamadas ou mensagens no ecrã prinicpal ao qual o telemóvel está ligado.

A marca chinesa fez, também, novamente parceria com a Porsche Design para trazer uma edição limitada, tal como aconteceu com o Mate 9. Jan Becker, CEO da empresa alemã, revelou que a edição do modelo anterior esgotou e espera que o mesmo aconteça como Mate 10.

Em Portugal, só vai estar disponível o modelo Huawei Mate 10 Pro. O modelo vai poder ser adquirido em Titanium Gray e Mocha Brown, a partir do próximo mês de novembro, e terá um  PVP recomendado de 879,90€. Quanto ao Mate 10, na Europa, irá custar 699€ e o Mate 10 Porsche Design terá um preço de 1395€.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor