Huawei apresenta Ascend P7: qualidade e preço de mãos dadas

MobilidadeNegócios

A Huawei reuniu centenas de jornalistas e clientes em Paris para apresentar o seu novo ‘menino bonito’ do mercado de smartphones – o Ascend P7. A B!T marcou presença no evento e gostou do que viu, já que às características interessantes o equipamento junta um preço aliciante: 449 euros.   Tendo em conta que o

A Huawei reuniu centenas de jornalistas e clientes em Paris para apresentar o seu novo ‘menino bonito’ do mercado de smartphones – o Ascend P7. A B!T marcou presença no evento e gostou do que viu, já que às características interessantes o equipamento junta um preço aliciante: 449 euros.

ascendP7_10_1

 

Tendo em conta que o P6 da Huawei, lançado em Junho do ano passado, vendeu mais de 4 milhões de unidades, as expetativas para este novo smartphone são elevadas. E foi o próprio Richard Yu, CEO do Consumer Business Group da Huawei, a elevar as expetativas, afirmando que a empresa tem o objetivo de ir além da atual terceira posição no mercado de smartphones, salientando que o brand awareness da companhia cresceu 52% no último ano.

Mas vamos ao equipamento. A Huawei dez questão de destacar três novos pilares para este P7: o design, a câmara e a conectividade. A nível de design, destaque para os 6,5mm de espessura, a utilização de Gorilla Glass de terceira geração e a disponibilização de mais de 100 temas para uma maior personalização. Segundo Jonsuh Kim, Vice-Presidente da área de Mobile Design, o objetivo da Huawei é “utilizar materiais de alta qualidade para uma experiência premium”.

No que diz respeito à câmara, houve novidades interessantes. Atenta ao fenómeno das ‘selfies’ que inunda as redes sociais um pouco por todo o mundo, a Huawei resolveu equipar o P7 com uma câmara frontal de 8MP. A isto juntam-se melhorias a nível da lente e aplicações como a Auto Beauty Enhancement, a Smart Preview Window e a ‘Groufies’ (vocacionada para ‘selfies’ de grupo, através da utilização do potencial das fotos panorâmicas).

Há também que destacar a câmara traseira com 13MP e IMAGESmart Engine 2.0, sendo que a Huawei concentrou-se em melhorar a capacidade de tirar fotos com condições de luz pouco favoráveis. Por fim, de referir o ‘ultra fast snapshot’ (1.2 segundos) e a possibilidade de criar uma marca de água ou uma nota de áudio nas fotos.

No que se refere à conetividade, a Huawei aposta forte em associar o seu nome ao 4G/LTE. Além disso, o P7 vem equipado com uma antena dupla, que permite aumentar a capacidade de receção em 50%, e a caraterística de ‘ultra power saving’, que pretende dar ao utilizador a capacidade de ter o telemóvel em stand-by durante um dia com menos de 10% de bateria.

Uma das inovações que mais chamou a atenção durante o evento foi a capacidade do P7 ser dual SIM, sendo que, para tal, utiliza o espaço debaixo do cartão de memória para colocar o segundo cartão. Mas atenção: esta função, para já, está ‘hardware enabled & software disabled’, ou seja, apenas o mercado chinês pode tirar proveito desta inovação por enquanto, não havendo ainda previsão para quando esta funcionalidade possa ser utilizada em Portugal.

A finalizar, refira-se que o smartphone traz um software nativo de Phone Manager, para ajudar a gerir aplicações, e que pode ser utilizado com o acessório TalkBand B1, uma pulseira que permite a ligação ao P7 e que funciona de modo semelhante a um smartwatch. Portugal é um dos primeiros mercados a receber este dispositivo, estando à venda no início de Junho, sendo que o preço recomendado de 449 euros torna o equipamento ainda mais aliciante.

Para breve, fica prometida uma análise ao Ascend P7 na nossa rubrica ‘Especial de Fim de Semana’ para confirmar mais-valias e encontrar possíveis pontos de melhoria a este smartphone da empresa chinesa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor