HP quer fortalecer negócio de redes com compra da Aruba

NegóciosRedes

A HP poderá em breve adquirir a Aruba Networks, segundo fontes próximas do assunto. A CEO Meg Whitman vê na aquisição uma forma de fazer crescer o negócio da empresa, contrabalançando os efeitos de uma diminuição da procura. A Aruba Networks especializa-se no fabrico de equipamentos de rede Wi-Fi e tem um valor de mercado

A HP poderá em breve adquirir a Aruba Networks, segundo fontes próximas do assunto. A CEO Meg Whitman vê na aquisição uma forma de fazer crescer o negócio da empresa, contrabalançando os efeitos de uma diminuição da procura.

Meg Whitman

A Aruba Networks especializa-se no fabrico de equipamentos de rede Wi-Fi e tem um valor de mercado de cerca de 2,4 mil milhões de dólares. Dentro de pouco tempo, esta empresa californiana poderá passar para as mãos da Hewlett-Packard, de acordo com o que foi dito à Bloomberg por pessoas próximas do assunto. Ademais, os rumores apontam para que, já na próxima semana, a HP possa anunciar oficialmente a compra.

No ano passado, a empresa sob o comando de Whitman revelara os seus planos para separar o negócio de impressão e computadores do de serviços corporativos. Assim, uma bifurcação da HP daria origem a duas entidades distintas, ambas de capital aberto. Esta iminente reconfiguração aliada à queda dos lucros e a dúvidas sobre a capacidade de resiliência da tecnológica face à migração para a cloud, levam a CEO a pensar numa solução que poderá ajudar o negócio da HP: aquisições. E a Aruba parece estar no topo da lista. Contudo, segundo a Bloomberg, alguns analistas consideram esta uma estratégia arriscada, visto que um negócio destes poderá ser prejudicial para as finanças da empresa.

Apesar de ter registado uma queda de um por cento nos lucros líquidos anuais de 2013 para 2014, Whitman mostra-se determinada a apostar no setor das redes. “Continuaremos a investir nestes negócios”, disse a diretora executiva, citada pela agência noticiosa, evidenciando que a compra da Aruba Networks poderá apenas ser o prólogo daquilo que pode vir a ser uma campanha de aquisições de empresas de networking.

Consta que ao deitar a mão à Aruba a HP conseguirá muscular o seu negócio de redes, cuja queda foi denunciada por uma diminuição de onze por cento das vendas no trimestre terminado em janeiro, face ao mesmo período do ano anterior.

A Hewlett-Packard está também envolvida na esfera das redes wireless, mas tem tido sérias dificuldades em competir com a líder do setor, a Cisco.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor