HP amplia NonStop a plataforma de servidores x86

EmpresasNegócios

A HP anunciou o alargamento da tecnologia mission-critical HP NonStop à arquitetura de servidores x86. O objetivo, segundo a empresa, é oferecer uma disponibilidade 24/7, fundamental para as empresas que atuam à escala global, aumentando as suas opções. A procura por aplicações com disponibilidade contínua tem vindo a crescer exponencialmente devido às tendências impulsionadas pela

A HP anunciou o alargamento da tecnologia mission-critical HP NonStop à arquitetura de servidores x86. O objetivo, segundo a empresa, é oferecer uma disponibilidade 24/7, fundamental para as empresas que atuam à escala global, aumentando as suas opções.

HPA procura por aplicações com disponibilidade contínua tem vindo a crescer exponencialmente devido às tendências impulsionadas pela cloud, mobilidade e big data. Os clientes precisam, cada vez mais, de soluções fiáveis com tecnologias baseadas em standards para as necessidades mais críticas do negócio, de forma a minimizar, simultaneamente, a complexidade e os custos de inatividade.

A ampliação das capacidades HP NonStop para uma arquitetura x86 permite às organizações ganharem mais fiabilidade e desempenho, enquanto simplificam a gestão e aumentam a eficiência a nível operacional.

Segundo a HP, os trabalhos de desenvolvimento para ampliar a plataforma HP NonStop para tecnologias x86 estão a decorrer. A empresa prevê que a adoção pelos clientes tenha início nos próximos anos, sendo que a HP Technology Services irá ajudar os clientes a proteger os seus investimentos na transição para a plataforma x86.

Em novembro de 2011, a HP anunciou o Projeto Odyssey, uma estratégia para redefinir o futuro da computação mission-critical, com um roadmap de desenvolvimento que aprofunda o investimento da empresa em tecnologias mission-critical e em novas soluções baseadas em x86. Na prossecução desse esforço, a HP está a ampliar o seu portfólio de servidores para incluir o HP NonStop numa arquitetura x86, “permitindo aos seus clientes selecionar entre plataformas baseadas em tecnologia Itanium ou em x86 para as suas necessidades críticas”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor