Haverá smartphones e tablets da marca Kodak

Mobilidade

Os equipamentos serão fabricados pelo Bullit Group, empresa que constrói produtos eletrónicos e smartphones, em parceria com outras marcas, que chegou a um acordo com a Kodak para lançar uma linha Android de gama alta mas funcional. Depois da lendária Nokia, é agora a Kodak quem escolhe também o caminho de licenciar a sua marca, aproveitando

Os equipamentos serão fabricados pelo Bullit Group, empresa que constrói produtos eletrónicos e smartphones, em parceria com outras marcas, que chegou a um acordo com a Kodak para lançar uma linha Android de gama alta mas funcional.

4_Kodak_Chill-Out-Lounge_01

Depois da lendária Nokia, é agora a Kodak quem escolhe também o caminho de licenciar a sua marca, aproveitando a fama que tem a nível global para colocar em circulação dispositivos fabricados por outras companhias. Neste caso, a aliança é com o Bullit Group, fabricante que ficará responsável por dar vida a uma série de dispositivos que se enquadrarão na marca Kodak e incluirão tanto smartphones como tablets.

O primeiro equipamento será revelado dentro de dias durante o evento de eletrónica CES 2015, em Las Vegas. Neste momento, não temos ainda muitos detalhes sobre as suas características, embora saibamos que haverá um telefone com suporte para 4G, um tablet PC e uma câmera conectada, que chegarão no Verão.

O sistema operativo escolhido para esta linha de gadgets da marca Kodak? Android, da Google. E a meta imposta aos novos parceiros? Dirigir-se a pessoas que desejem uma gama alta, fácil de usar, com “dispositivos de design agradável que permitam aos usuários captar boas fotos, bem como editá-las, compartilhá-las, armazená-las e imprimi-las no momento”, explica o CEO do Bullit Mobile, Oliver Schulte.

“Estes dispositivos irão abordar um segmento de mercado que tem sido mal atendido até agora”, indica ainda o executivo, que pensa atrair “uma grande audiência de utilizadores que valorizam a facilidade de uso e tanto um design elegante como a funcionalidade”.

Quanto ao software que virá já pré-instalado de fábrica nestes aparelhos, fala-se de tecnologia de gerenciamento remoto, de uso partilhado e de imagem à medida. Veremos como fica o produto final e como se materializa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor