Hackers russos invadiram servidores do Pentágono

Segurança

O secretário de Defesa dos EUA Ashton Carter admitiu publicamente que hackers russos foram capazes de aceder uma rede não confidencial do Pentágono no início deste ano.   “Rapidamente identificamos que a rede estava comprometida e colocamos uma força-tarefa para caçar os intrusos em menos de 24 horas”, afirmou Carter, durante um discurso sobre tecnologia e

O secretário de Defesa dos EUA Ashton Carter admitiu publicamente que hackers russos foram capazes de aceder uma rede não confidencial do Pentágono no início deste ano.

ashton carter EUA

 

“Rapidamente identificamos que a rede estava comprometida e colocamos uma força-tarefa para caçar os intrusos em menos de 24 horas”, afirmou Carter, durante um discurso sobre tecnologia e segurança cibernética na Universidade de Stanford, na Califórnia.

“No início deste ano, os sensores que guardam redes não confidenciais do Departamento de Defesa detectaram hackers russos invadindo nossas redes”, disse Carter. “O Pentágono analisou a atividade de rede, ligou o ataque à Rússia, e então rapidamente os chutou para fora da rede “, afirmou.

Carter está em visita oficial a Silicon Valley com o intuito de fortalecer os laços do Pentágono com o setor de tecnologia.

A guerra digital está a configurar-se como uma nova face da guerra fria. Em vez de mísseis nucleares, grandes potências estão investindo em milícias hackers para acessar segredos militares, destabilizar regimes e até mesmo prejudicar grandes corporações. Tais ações não são assumidas oficialmente pelos governos, mas existem acusações mútuas de EUA, Rússia, China e Coreia do Norte.

*Jocelyn Auricchio é jornalista da B!T no Brasil


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor