Grupo Lanidor gere negócio de 200 lojas com soluções Primavera

e-MarketingEmpresasSoftware

O Grupo Lanidor, que congrega vários pronto-a-vestir femininos, como a Globe, Quebramar, Casa Batalha e Companhia do Campo, selecionou o sistema integrado de gestão da Primavera BSS para centralizar a informação e otimizar a gestão das mais de 200 lojas presentes em Portugal, Angola, Chipre, Equador, Espanha, Egipto, Cazaquistão, Líbano, Qatar e Roménia. A implementação foi da responsabilidade da Trimatriz, informática Lda, empresa parceira da tecnológica nacional, detentora do estatuto Primavera Certified Partner.

Num processo de adaptação contínua a um mercado cada vez mais global e a um consumidor cada vez mais exigente, o grupo têxtil português recorreu ao ERP Primavera para integrar os dados de todas as empresas do grupo e de todas as plataformas e sistemas utilizados na organização

O objetivo, menciona o comunicado, é o de obter uma visão global e integrada do negócio, desde a produção até à venda nas lojas físicas e online, eliminando etapas administrativas morosas, redundantes e muito sujeitas a erro. A centralização dos dados do grupo numa plataforma única procurou igualmente promover o acesso rápido a informação fidedigna e consistente de apoio à tomada de decisão.

Para João Magalhães, diretor financeiro do Grupo Lanidor, “o ERP Primavera foi escolhido para ajudar quer do ponto de vista operacional, quer na gestão dos recursos humanos, quer também no que diz respeito a decisões estratégicas, possibilitando rapidez de integração das vendas, gestão simplificada dos recursos humanos e análises diárias da performance das lojas, avaliação em tempo real de necessidades de fundo de maneio, acompanhamento de cash flows, e outras análises e explorações de dados, fundamentais para que possamos responder com agilidade a uma realidade de mercado cada vez mais global e competitiva”.

O projeto envolveu a implementação do ERP Primavera, um sistema de gestão integrado que disponibiliza tecnologia extensível que permite a fácil integração de vários sistemas, aplicações e plataformas numa solução central. Com a sua respectiva integração, a vertente das vendas ficou automatizada, ao acelerar um processo crítico “que manualmente era impossível de comportar, pois anualmente são processados nas diversas lojas milhões de talões”, sublinha o diretor financeiro.

Foi ainda implementada a solução de reporting financeiro, XLS Financial, uma ferramenta direcionada a diretores financeiros e controllers, que permite explorar com grande agilidade e rigor os dados financeiros do Grupo, possibilitando o acesso a informação em tempo real sobre a performance das lojas, resultados diários de vendas e respetivas margens, custos envolvidos e outras análises e estatísticas sobre a evolução do negócio nas diversas empresas que compõem o grupo.

“Dar a volta à crise do setor têxtil, concorrer com grandes grupos internacionais e expandir o negócio numa conjuntura económica adversa não é tarefa fácil. Mas com know-how, determinação e as ferramentas certas, o Grupo Lanidor prova que é possível e mantém-se como a maior marca portuguesa de pronto-a-vestir feminino e a potenciar todas as marcas do Grupo numa rota ascendente em Portugal e no mundo”, conclui Filipe Amaro, Administrador do Grupo Lanidor.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor