Grã-Bretanha planeia depositar cheques por smartphones

Mobilidade

Um plano para permitir que os clientes de bancos depositem cheques nas suas contos por meio de fotos tiradas por smartphones foi apresentado no Reino Unido. Em vez de ir ao banco pessoalmente, os clientes podem tirar uma fotografia do cheque e enviá-la de forma eletrónica. A tecnologia irá permitir que os cheques sejam conferidos

Um plano para permitir que os clientes de bancos depositem cheques nas suas contos por meio de fotos tiradas por smartphones foi apresentado no Reino Unido. Em vez de ir ao banco pessoalmente, os clientes podem tirar uma fotografia do cheque e enviá-la de forma eletrónica.

SmartphoneA tecnologia irá permitir que os cheques sejam conferidos num prazo de dois dias, ao contrário dos seis atualmente em vigor. Os bancos afirmam que o novo método de transferência será mais conveniente e mais seguro. O governo está a analisar a ideia.

Os bancos avisam que as fotos não devem ser armazenadas nos telefones para evitar riscos caso os aparelhos sejam roubados. Uma tecnologia similar foi introduzida nos Estados Unidos há nove anos, pouco depois do ataque ao World Trade Center. Uma nova lei, conhecida como Check 21, foi aprovada para permitir a bancos processar cheques eletronicamente.

O governo acredita que uma mudança na lei na Grã-Bretanha possa estimular as pessoas a continuarem a usar cheques. O Conselho de Pagamentos do país planeava abolir o uso de cheques até 2018, tendo de voltar atrás depois da oposição popular.

Em 2012, dez por cento de todos os pagamentos de pessoas físicas foram feitos por meio de cheques.

O banco Barclays planeia lançar um programa piloto para pagamentos em cheques por telemóveis a partir de abril de 2014.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor