GPU são recomendadas para monitorizar redes

EmpresasNegócios

Wenji Wu, investigador do Fermi National Accelerator Laboratory dos Estados Unidos, revela que a captação de dados sobre o tráfego de uma rede em tempo real pode ser uma potencial utilização para as unidades de processamento gráfico. O investigador considera que os dispositivos de monitorização de rede baseados em GPU estarão singularmente preparados para acompanhar

Wenji Wu, investigador do Fermi National Accelerator Laboratory dos Estados Unidos, revela que a captação de dados sobre o tráfego de uma rede em tempo real pode ser uma potencial utilização para as unidades de processamento gráfico.

bigpreview_PCB - GPU programmingO investigador considera que os dispositivos de monitorização de rede baseados em GPU estarão singularmente preparados para acompanhar todo o tráfego a fluir através de redes com débitos de dez Gbps. Wenji Wu apresentou o seu trabalho na conferência sobre supercomputação SC 2013, em Denver.

As ferramentas de análise de rede têm um grande desafio para se manterem a par de todo o tráfego das maiores redes. Os administradores de rede esperam poder inspecionar cada vez mais os dados operacionais em tempo real.

Os dispositivos atuais de monitoração comerciais contam com processadores x86 normalizados ou circuitos integrados específicos para aplicações ou Application Specific Integrated Circuits.

As CPU não têm largura de banda de memória suficiente nem capacidade de computação para suportarem o ritmo das maiores redes em tempo real. Já os ASIC podem ter largura de banda de memória suficiente e poder computacional para a tarefa, mas a sua arquitetura é difícil de programar.

Wenji diz que as GPU podem oferecer todos esses recursos, pois têm “um grande modelo de execução paralelo”. Estas podem também dividir o processo de captação de pacotes em vários núcleos. A monitorização de redes exige a leitura de todos os pacotes de dados conforme cruzam a rede.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor