Governo vai renegociar contrato com a SIRESP

EmpresasNegócios

O governo anunciou que vai renegociar o contrato das comunicações da proteção civil. Este contrato foi assinado pelo executivo Sócrates e ficou orçado em 450 milhões de euros. A intenção de renegociar o contrato assinado com a SIRESP para o fornecimento de serviços de telecomunicações para os vários organismos de proteção civil foi reiterado por

O governo anunciou que vai renegociar o contrato das comunicações da proteção civil. Este contrato foi assinado pelo executivo Sócrates e ficou orçado em 450 milhões de euros.

assembleia_da_republicaA intenção de renegociar o contrato assinado com a SIRESP para o fornecimento de serviços de telecomunicações para os vários organismos de proteção civil foi reiterado por Fernando Alexandre, secretário de Estado adjunto do Ministro da Administração Interna.

Fernando Alexandre considera que “os interesses do Estado não foram sempre acautelados da melhor forma” e atentou para o retorno que era encaminhado para os acionistas “ser de facto muito generoso”.

António Costa foi o responsável pela assinatura do contrato com a SIRESP em 2006, contrato esse que ficou em 450 milhões de euros, apesar de haver estimativas que apontam que poderia não ter ido além dos 80 milhões.

Além das telecomunicações da proteção civil, há mais contratos considerados desfavoráveis para o Estado que vão ser analisados e eventualmente renegociados. O governo já criou uma comissão para a renegociação do valor do contrato com a SIRESP.

A SLN, a PT Ventures, a Motorola, a Esegur e a Datacomp são acionistas da SIRESP, SA.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor