Google torna Chrome uma plataforma completa

e-Marketing

A Google lançou uma nova linha de aplicações que faz com que o Chrome passe a ser uma plataforma completa. Estas novas aplicações deixam de estar confinadas às janelas do browser e passam a ter as suas próprias janelas. Têm a vantagem de correr dentro do motor Chrome, mas não deixam de ser similares a

A Google lançou uma nova linha de aplicações que faz com que o Chrome passe a ser uma plataforma completa.

google20_1_0_21_1920_1257-1Estas novas aplicações deixam de estar confinadas às janelas do browser e passam a ter as suas próprias janelas.

Têm a vantagem de correr dentro do motor Chrome, mas não deixam de ser similares a todas as aplicações.

As mesmas serão lançadas a partir do novo lançador de aplicações do Chrome que tem estado em testes já há algum tempo.

O lançador funciona de forma independente do Chrome, encontra-se na barra de tarefas e nele pode-se encontrar as aplicações instaladas e prontas a serem usadas.

Estas evoluções nas aplicações, permite que se trabalhe em modo offline, com ligação à Cloud onde se pode guardar os documentos.

Assim sendo, as aplicações do Chrome vão permitir que se faça uso de componentes que sejam dispositivos USB, Bluetooth, câmaras e outros dispositivos que o sistema reconheça.

As atualizações são automáticas e feitas pela Chrome Store, o que garante maior segurança aos utilizadores.

Por ser incorporado ao Chrome, pode-se usar mecanismos de sincronização com o objetivo de retomar a utilização destas aplicações em qualquer dispositivo que se tenha uma conta autenticada.

Algumas aplicações como 500px, Pixlr Touch Up, The Economist, Pocket, Wunderlist, Gliffy e Google Keep  estão prontas a ser usadas e podem ser encontradas numa nova zona das lojas de aplicações “Para o computador”.

Por enquanto estas aplicações apenas estão disponíveis em versão Windows do Chrome e para o Chrome.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor