Google também quer traduzir conversas em tempo real

Software

Depois da Microsoft ter anunciado uma nova funcionalidade no Skype que vai permitir traduzir conversas em tempo real a partir de diferentes línguas, também a Google se chega à frente e garante que vai ter um sistema capaz de realizar o mesmo tipo de traduções. A novidade poderá chegar através de alterações à aplicação Google

Depois da Microsoft ter anunciado uma nova funcionalidade no Skype que vai permitir traduzir conversas em tempo real a partir de diferentes línguas, também a Google se chega à frente e garante que vai ter um sistema capaz de realizar o mesmo tipo de traduções. A novidade poderá chegar através de alterações à aplicação Google Translate.

Google-Search-iStock

O mais conhecido motor de busca prepara-se para criar novas ferramentas na aplicação Google Translate e, assim, concorrer com a Microsoft e a sua actualização no Skype, que vai tornar possível a tradução de várias línguas em tempo real durante uma conversa. O objectivo é acabar com as barreiras linguísticas facilitando a comunicação, nomeadamente no meio empresarial.

Esta aplicação da Google já é uma das mais populares tendo cerca de 500 milhões de utilizadores ativos nas várias plataformas, desde os smartphones aos computadores e, se as alterações forem bem sucedidas, o número de utilizadores deverá aumentar ainda mais. Vai ser possível falar diretamente para a aplicação e esta traduzirá o diálogo a partir de uma ferramenta de reconhecimento automático.

Mas a Google quer destacar-se do sistema da Microsoft e, por isso, está também a trabalhar num serviço de tradução de texto baseado em imagens. Este serviço seria muito útil, por exemplo, para turistas já que a ideia é que, carregando uma fotografia que contenha palavras numa língua que não conheçamos, a aplicação seja capaz de traduzir em tempo real.

Apesar das mais-valias que este tipo de aplicação poderá trazer aos utilizadores, o jornal The New York Times alerta para alguns perigos que podem surgir. Segundo este jornal, a privacidade pode ser um problema já que as conversas realizadas correm o risco de estar disponíveis para algumas entidades como a N.S.A. mas tanto a Microsoft como a Google explicaram também ao The New York Times que a segurança não será um problema.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor