Google mantém dinheiro fora dos EUA

Negócios

A Google, uma das maiores empresas tecnológicas norte-americanas, revelou que mantém até 30 mil milhões de dólares do seu dinheiro fora dos Estados Unidos para eventuais aquisições e outros negócios. O maior motor de pesquisa do mundo vê originada cerca de metade das suas receitas nos mercados estrangeiros, evitando assim impostos norte-americanos mantendo fora do

A Google, uma das maiores empresas tecnológicas norte-americanas, revelou que mantém até 30 mil milhões de dólares do seu dinheiro fora dos Estados Unidos para eventuais aquisições e outros negócios.

GOOGLE

O maior motor de pesquisa do mundo vê originada cerca de metade das suas receitas nos mercados estrangeiros, evitando assim impostos norte-americanos mantendo fora do alcance de Washington os seus lucros.

A tecnológica Google alega que precisa do dinheiro para a concretização de possíveis compras, numa altura em que testemunha uma densificação da competição no estrangeiro.

“Continuamos a esperar um uso substancial dos nossos lucros offshore para aquisições à medida que o nosso negócio global se expande para outras ofertas de produtos, como os dispositivos móveis”, avançou a Google numa carta à Comissão norte-americana de Valores Mobiliários e Trocas.

A Google, embora seja alvo de críticas por conservar o seu dinheiro fora do país, tem estado bastante ativa na sua área de negócios, tendo em consideração a compra da Nest Labs por 3,2 mil milhões de dólares no início deste ano.

A empresa tem conquistado outras pequenas compras, aprimorando os seus serviços de publicidade, de cloud e de mobilidade.

“Nos últimos anos completámos significantes aquisições com o volume de negócios sempre a aumentar, tendência que deverá continuar no anos que estão para vir”, declarou a Google na carta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor