Google investigada pela Comissão da Concorrência da Índia

EmpresasNegócios

A Google pode ser multada até cinco mil milhões de dólares se uma investigação da Comissão da Concorrência da Índia provar que a multinacional incorre em prática anti-concorrenciais. A autoridade da concorrência indiana poderá aplicar uma coima de até cinco mil milhões de dólares caso se venha a verificar que a multinacional norte-americana faz uso abusivo

A Google pode ser multada até cinco mil milhões de dólares se uma investigação da Comissão da Concorrência da Índia provar que a multinacional incorre em prática anti-concorrenciais.

Google

A autoridade da concorrência indiana poderá aplicar uma coima de até cinco mil milhões de dólares caso se venha a verificar que a multinacional norte-americana faz uso abusivo da sua posição dominante no mercado dos motores de busca para prejudicar os seus rivais.

A Google, que recentemente comunicou que iria implementar algumas alterações relativamente ao modo como são organizados os resultados de pesquisa, comprometeu-se a cooperar integralmente com a investigação da CCI.

A empresa foi recentemente ilibada das acusações de conduta anti-concorrencial pela Comissão Federal de Comércio norte-americana.

A investigação pela entidade indiana teve início em 2010, gerada pela denúncia de um grupo sem fins lucrativos CUTS Internacional contra a Google, que requeria à CCI que investigasse as áreas da empresa analisadas previamente pelas autoridades europeias e norte-americanas.

Ao contrário dos Estados Unidos e da Europa, a Comissão da Concorrência da Índia não admite qualquer acordo, o que significa que a Google não poderá escapar-se da multa caso seja considerada culpada.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor