Google investe em energia eólica para alimentar centro de dados

InovaçãoNegóciosTecnologia Verde
0 1 Sem Comentários

A Google voltou a investir na energia eólica, desta vez através da compra da energia futura gerada em dois parques eólicos que serão construídos na Noruega e na Suécia. O objetivo é que esta energia venha a alimentar os centros de dados na Europa.

A Google, citada pela Reuters, disse ainda ter fechado outro acordo para comprar energia de um parque eólico mais pequeno na Suécia, colocando a capacidade recém-adquirida em 236 megawatts.

As norueguesas Zephyr e Norsk Vind Energi disseram que o parque eólico onshore Tellenes, com 50 turbinas e capacidade de 160 megawatts, e que ficará ao sul de Stavanger, deverá estar 100% operacional no final de 2017 e será o maior parque eólico do país.

Na Suécia, a Google irá comprar energia de um parque equipado com 22 turbinas próximo a Mariestad, no centro do país, que deve ser completado até o início de 2018.

Em 2015, a empresa norte-americana anunciava um investimento de 240 milhões de dólares, o equivalente a 211 milhões de euros, num parque eólico da EDP Renováveis nos Estados Unidos da América (EUA). O acordo entre a EDP Renováveis e uma empresa da Google prevê que o grupo norte-americano assuma um interesse económico no parque Waverly, que terá 199 megawatts (MW) de capacidade instalada, no Estado do Kansas.

.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor