Google e Samsung receiam soberania da Microsoft

EmpresasNegócios

Depois da licitação da Microsoft para adquirir a divisão de telemóveis da Nokia, a Google e a Samsung pediram aos reguladores chineses que assegurassem que esta decisão da gigante tecnológica não resulte num aumento das taxas de licenciamento de patentes que continuem sob a alçada da empresa finlandesa. A Google e a Samsung aliaram forças

Depois da licitação da Microsoft para adquirir a divisão de telemóveis da Nokia, a Google e a Samsung pediram aos reguladores chineses que assegurassem que esta decisão da gigante tecnológica não resulte num aumento das taxas de licenciamento de patentes que continuem sob a alçada da empresa finlandesa.

Samsung google

A Google e a Samsung aliaram forças com as fabricantes chinesas Huawei e ZTE para vociferarem os seus receios relativamente ao incremento de poder da Microsoft no mercado dos smartphones, resultante da eventual compra da divisão comercial de telemóveis da Nokia.

Fontes oficiais familiarizadas com o assunto disseram que as empresas contestadoras requereram que as autoridades reguladoras impusessem condicionantes a este acordo comercial.

O Ministério do Comércio chinês está a proceder a um escrutínio para impedir que uma só empresa adquira o monopólio do mercado, mas é bastante provável que a entidade governamental consinta o negócio, de acordo com informação disponibilizada à Bloomberg.

Contudo, tanto a Samsung como a Google recusaram-se a emitir qualquer comentário quando interpeladas pela Reuters. A Nokia também se absteve de qualquer parecer.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor