Google disponibiliza serviço de monitorização de Cloud

Cloud

A Google vai, finalmente, disponibilizar o seu serviço de monitorização de cloud a todos os utilizadores da sua plataforma. Depois de um período de teste beta privado que durou cerca de oito meses, o serviço baseado na tecnologia da Stackdriver vai, agora, ser posto à prova pelos restantes utilizadores.  Os utilizadores que fazem parte da

A Google vai, finalmente, disponibilizar o seu serviço de monitorização de cloud a todos os utilizadores da sua plataforma. Depois de um período de teste beta privado que durou cerca de oito meses, o serviço baseado na tecnologia da Stackdriver vai, agora, ser posto à prova pelos restantes utilizadores. 

cloud computing

Os utilizadores que fazem parte da Plataforma Google Cloud já podem experimentar o serviço de monitorização baseado na tecnologia desenvolvida pela Stackdriver e que até agora encontrava-se ainda num fase de testes privados. A Stackdriver é um serviço lançado em 2012 e que permite aos utilizadores terem noção da atividade nas suas aplicações de cloud e obterem informações detalhadas e dados estatísticos sobre eventuais problemas. Quando foi adquirida pela Google, no ano passado, o objetivo era integrar o serviço na Plataforma Google Cloud para que, mais tarde, os utilizadores da Google pudessem usufruir destas ferramentas.

O objetivo foi cumprido e agora já é possível aceder a informações sobre os níveis de desempenho, capacidade e outros valores essenciais para a monitorização e análise das aplicações que utilizem Google App Engine, Compute Engine, Cloud Pub/Sub ou Cloud SQL. Esta nova ferramenta está disponível também para aceder a dados de aplicações que funcionem atra´ves de MySQL, Nginx, Apache ou MongoDB, RabbitMQ.

Apesar de esta nova ferramenta encontrar-se ainda numa fase beta, permite a possibilidade de envio de alertas no caso de algum perigo ser detetado e permite também que os utilizadores criem algumas definições para que melhor se adequem a cada caso concreto. A Google anunciou também recentemente a versão beta de outro serviço nesta área, o Cloud Trace, que permite aos developers encontrar problemas na produção e desenvolvimento das aplicações.

Tanto a Amazon como a Microsoft têm serviços semelhantes a este, o CloudWatch e o Azure respectivamente, que também disponibilizam ferramentas para developers.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor