Google cresce depois do anúncio da criação da holding Alphabet

EmpresasGestãoNegóciosResultados

O anúncio da reestruturação da Google foi música para os ouvidos dos mercados, com as ações da empresa a dispararem.

Esta segunda-feira, o mundo acordou para descobrir que a Google como a conhecíamos tinha acabado. Mas nada se perdeu. A empresa deu lugar à Alphabet, empresa que irá deter a Google na totalidade e que vai substituir a cotada em bolsa.

O objetivo desta reorganização é permitir que a recém-nascida Alphabet agrupe todas as divisões do grupo, de forma a clarificar o modo de funcionamento das várias atividades da Google. Assim, as operações relacionadas com a internet ficam separadas de outras unidades de negócio, como a Life Sciences, que trabalha nas lentes de contacto de uso diário que medem a glucose do utilizador, o laboratório de investigação Google X e a Calico, que pretende estender a longevidade humana.

Os investidores parecem ter gostado da decisão da empresa. As ações da Google cresceram 4,1 por cento, para os 690,30 dólares, no fecho da bolsa de Nova Iorque. Mas, durante o dia, as ações chegaram mesmo a aumentar mais de 6 por cento.

A Bloomberg explica que quem detiver ações da Google não tem de fazer nada. As ações serão automaticamente convertidas em ações da nova Alphabet, que representa participações no mesmo conjunto de companhias que sempre existiu, mas agora organizado de forma diferente.

Com a nova estrutura, Sundar Pichai, que ocupava a posição de diretor de produto, sobe na hierarquia da empresa para CEO. Larry Page e Sergey Brin, fundadores da empresa, passam a tomar as rédeas da Alphabet, o primeiro enquanto CEO e o segundo como presidente.

“Sergey e Larry vão poder alocar o seu tempo de forma diferente entre o negócio central e as restantes atividades”, disse em declarações à Bloomberg Sameet Sinha, analista na B. Riley & Co. “E Sundar vai focar-se no negócio principal, enquanto Larry e Sergey vão estar a olhar para o crescimento futuro dos negócios”.

Ao longo dos próximos meses, vão ser revelados mais detalhes sobre esta remodelação. Neste momento, já se sabe que a Alphabet vai divulgar os resultados enquanto uma holding já no relatório do quatro trimestre, que normalmente sai em janeiro.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor