Google começa a vender produtos de videoconferência

EmpresasNegóciosSoftware

A Google revelou um sistema de videoconferência para empresas sendo o último esforço da gigante dos motores de busca para gerar receitas com clientes corporativos. A Google anunciou que estava a criar uma parceria com a Asus, a HP e a Dell para oferecer uma versão especializada do seu computador Chromebox que vem com equipamento

A Google revelou um sistema de videoconferência para empresas sendo o último esforço da gigante dos motores de busca para gerar receitas com clientes corporativos.

hangouts001A Google anunciou que estava a criar uma parceria com a Asus, a HP e a Dell para oferecer uma versão especializada do seu computador Chromebox que vem com equipamento de videoconferência, incluindo câmara de vídeo e altifalantes.

O primeiro Chromebox para reuniões a estar disponível é o da Asus e vai estar à venda nos Estados Unidos na quinta-feira por 999 dólares. Os clientes podem ainda pagar 250 dólares por um serviço anual e taxa de gestão, ainda que durante o primeiro ano este preço esteja incluído no preço de venda.

O produto vai usar a tecnologia de video chat gratuita Hangouts e pode conectar até 15 video streams separados de utilizadores em várias localizações. Este produto vai por a Google em competição com a Cisco e a Polycom que fazem sistemas de videoconferência usadas por muitas empresas.

O maior motor de busca do mundo faz a grande maioria das suas receitas a partir da publicidade. No entanto, a Google também vende serviços a clientes corporate, incluindo versões especiais das suas aplicações online, como o e-mail e o processador Word, assim como os portáteis Chromebook, direcionados para utilizadores empresariais.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor