Google antecipa-se ao Apple Music com serviço gratuito de streaming

AppsMobilidade

A Google lançou uma versão gratuita do seu serviço de streaming de música dias antes do Apple Music chegar ao mercado.

Foi num momento em que as plataformas de streaming de música andam nas bocas do mundo, com a recente controvérsia em torno da Apple Music e Taylor Swift, que a Google anunciou o lançamento de uma versão gratuita do seu serviço, o Google Play Music. Mas só para consumidores americanos.

Até agora, para ouvir música nesta plataforma da Google era preciso desembolsar 9,99 dólares por mês nos Estados Unidos. Mas o Google Play Music tem agora uma versão grátis. É uma aposta do gigante da pesquisa para atrair novos subscritores e fazer face à concorrência de outros serviços como o Spotify, Tindal e Apple Music.

Ao contrário do que acontece com a versão paga, o serviço gratuito apresenta algumas limitações. Segundo a Time, não será possível escolher músicas específicas para tocar e existe um número limitado de vezes para “saltar” uma música. Mas mantêm-se as listas de músicas agrupadas por género, artista, estado de espírito ou atividades.

À semelhança do que acontece com o Spotify, este serviço gratuito da Google será suportado por publicidade.  “Acreditamos que esta é uma forma de expor mais pessoas ao serviço”, disse à Reuters Elias Roman, gestor de produto da empresa.

A versão gratuita do Google Play Music já está disponível na web desde ontem, adiantando-se assim ao lançamento da Apple Music, previsto para dia 30 de junho. Para dispositivos iOs e Android estará disponível no final desta semana.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor