GMV desenvolve Arquivo de Armas digital para a PSP

InovaçãoProjetosSetor Público

A multinacional tecnológica foi responsável pelo desenvolvimento do projeto RIDAP (Repositório de Informação Digital sobre Armas e Proprietários) para o Departamento de Armas e Explosivos (DAE) da Polícia de Segurança Pública (PSP), em coordenação com o Gabinete de Sistemas de Informação (GSI).

Os ficheiros do cadastro de armas e proprietários da PSP estavam apenas em formato papel, o que não só dificultava a consulta e a partilha, como não permitia uma atualização rápida da informação. Assim, o organismo policial decidiu abraçar todas as vantagens da transformação digital e a GMV ajudou no desenvolvimento de um arquivo digital de armas.

O mais de um milhão de fichas em papel foram digitalizadas e indexadas com a implementação projeto RIDAP. O processo de desmaterialização permite que a Polícia de Segurança Pública passe a ter e um repositório digital estruturado, acessível através de uma interface web de pesquisa, simples e eficaz.

Adicionalmente, foi desenvolvido um conjunto de interfaces aplicacionais que permite a integração desta informação noutros sistemas aplicacionais da PSP, em particular no sistema SEI (Sistema Estratégico de Informação) e no sistema SIGAE (Sistema Integrado de Gestão de Armas e Explosivos).

“Durante execução do projeto e como metodologia de gestão foi utilizada uma abordagem ágil que permitiu uma excelente articulação entre as equipas de projeto da GMV e da PSP, e que contribuiu de forma decisiva para o sucesso do projeto”, afirma, em comunicado, Pedro Lopes Vieira, Diretor Secure e-Solutions da GMV em Portugal.

A implementação do projeto decorreu entre o segundo semestre de 2016 e o primeiro trimestre de 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor