GM disponível para trabalhar no projeto de carro da Google

Mobilidade

A General Motors já se mostrou disponível para trabalhar com a Google, no desenvolvimento do carro que dispensa condutor. A informação foi avançada pelo CTO da marca de automóveis norte-americana. “Não estou encarregue de decidir aquilo que vamos fazer e aquilo que não vamos fazer, mas posso dizer que certamente estamos dispostos a discutir o

A General Motors já se mostrou disponível para trabalhar com a Google, no desenvolvimento do carro que dispensa condutor. A informação foi avançada pelo CTO da marca de automóveis norte-americana.

gty_google_self_driving_car_wy_140106_16x9_992

“Não estou encarregue de decidir aquilo que vamos fazer e aquilo que não vamos fazer, mas posso dizer que certamente estamos dispostos a discutir o assunto com a Google”, disse Jon Lauckner, numa entrevista durante o Detroit Auto Show.

Estas declarações do representante da General Motors surgem dias antes da apresentação de Chris Urmson, da Google, que falará sobre os desenvolvimentos do projeto do carro da Google. É esperado que Chris Urmson apresente mais pormenores sobre o plano da empresa, com o objetivo de encontrar parceiros do setor automóvel.

Já não é novidade que os fabricantes de carros procuram inovações para integrar nos modelos mais recentes de carros. Limitadores de velocidade, carros que já se estacionam sozinhos… A longo prazo, já se tornou claro que também a visão das marcas de automóveis passa por carros que dispensam condutores, sem esquecer a segurança.

Apesar de demonstrarem interesse na ideia da Google, Lauckner diz que, qualquer firma que queira fazer parceria com a Google tem que estar disposta a definir bem a forma como a relação irá funcionar.

Parte da equipa envolvida no desenvolvimento da ideia do carro da Google já fez parte da equipa da GM, que reconhece que há talentos a trabalhar no projeto da empresa norte-americana. “Ficaríamos muito surpreendidos se a Google não tivesse alguma coisa para oferecer. Sabemos que têm pessoas talentosas e com capacidades”, disse.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor