Gema Digital leva realidade virtual e aumentada ao Centro de Recuperação Animal

Inovação

A Gema Digital desenvolveu e implementou experiências interativas no Centro de Interpretação Ambiental e de Recuperação Animal (CIARA), inaugurado no mês de maio em Torre de Moncorvo, que proporcionam um maior entendimento de algumas das espécies animais da região do Baixo Sabor.

A empresa portuguesa especialista em projetos digitais e tecnológicos criou uma paisagem interativa na qual os visitantes podem procurar rotas de pedestres, abrigos de animais e pontos de interesse a visitar, com base em realidade virtual e aumentada. Além do mais, foi desenvolvido um simulador de voo de realidade virtual que permite que os utilizadores se coloquem na pele de uma Águia-de-Boneli, de um Grifo ou de um Falcão Peregrino.

De acordo com a Gema Digital, foi, ainda, criado um jogo interativo com uma lontra virtual, que tem o objetivo de consciencializar os visitantes para as consequências e o impacto da poluição no mundo animal.

“A tecnologia que introduzimos neste centro de recuperação animal tem como principal objetivo proporcionar uma maior interação dos visitantes com a vida animal. Através da realidade aumentada e realidade virtual é possível criar soluções imersivas únicas e de grande impacto para quem as experimenta. Poder colocar-se na pele de um animal e voar como uma águia sobre a maravilhosa paisagem do Douro é algo que fica certamente na memória dos visitantes”, explica, em comunicado, Mafalda Ricca da Gema Digital.   

O CIARA junta-se assim ao portfólio de museus em Portugal, Espanha, Brasil, Angola e México que já contam com as soluções da Gema Digital.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor