Gartner prevê que informação será o maior valor das organizações em 2021

EmpresasNegócios

A Gartner afirma que, até 2021, as empresas vão ser valorizadas pelo seu portfólio de informação, em virtude da crescente importância de dados para a análise e sucesso dos negócios.

“Qualquer pessoa que queira avaliar adequadamente uma empresa no mundo cada vez mais digital dos dias atuais deve observar os recursos de dados e Analytics, incluindo o volume, a variedade e a qualidade dos ativos de informação”, refere Douglas Laney, Vice-Presidente e Analista da Gartner.

Os analistas da consultora afirmam que, embora as informações sejam um ativo de negócio, as empresas não conseguem capitalizá-las, ou seja, o seu valor geralmente não pode ser encontrado no balanço e resultados financeiros.

“Mesmo estando em plena era da informação, nem sempre isso é valorizado por aqueles que estão no ramo de avaliação”, explica o responsável da Gartner. “No entanto, acreditamos que, nos próximos anos, quem atua na área de análise de investimentos corporativos, incluindo analistas de capital, será levado a considerar a riqueza de informações de uma empresa ao avaliar adequadamente os negócios.”

A Gartner aconselha, assim, que as empresas contratem Chief Data Officers (CDO) para começarem a otimizar a recolha, a geração, a gestão e a monetização de ativos de informação. Essa será a melhor forma de retirar o máximo possível dos dados e melhorar a rentabilidade dos negócios.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor