Gartner afirma que Data & Analytics serão dominantes em 2017

Negócios

A consultora afirma que uso Data & Analytics aumentará substancialmente este ano, gerando valor interno e externo para as organizações que souberem adaptar-se e incluir a análise de dados a todas as áreas de negócio.

De acordo com a Gartner, a utilização de Data e Analytics pode ajudar as empresas a criar uma nova arquitetura completa com foco em agilidade e escalabilidade e que esta mudança será assente em três tendências principais. Em primeiro, a análise de dados vai nortear as operações modernas de negócios e em segundo lugar, as organizações vão adotar uma abordagem mais integral, com arquiteturas completas que permitirão a gestão de dados e Analytics da empresa como um todo. Por fim, os executivos farão com que Data & Analytics se tornem parte da sua estratégia, o que possibilitará aos profissionais da área assumir novos papéis e gerar o crescimento dos negócios.

As pesquisas da consultora, realizadas no último ano, mostram que 45% dos profissionais de TI indicaram que existem novos projetos de Data & Analytics em fase de elaboração ou seleção.

“Os negócios digitais exigem arquiteturas personalizadas e com flexibilidade de adaptação a uma organização que aumente os seus dados e experiências. A rápida escalabilidade da infraestrutura de computação em Nuvem pode tornar isso possível. Não é mais uma questão de se para o uso de Cloud, mas sim de como”, indicou Ted Friedman, Vice-Presidente e analista da Gartner.

Os executivos devem difundir o uso de Analytics por toda a empresa de forma a conseguir alcançar os maiores benefícios possíveis, sendo que as capacidades analíticas devem ser aplicadas de forma abrangente nos pontos em que acontecem os processos e as interações com os utilizadores.

Os profissionais da área devem, também, desenvolver habilidades técnicas e profissionais que sustentem uma visão completa, agindo como pioneiros dentro de novas unidades de negócios e áreas da organização.

“Conforme a adoção de Data & Analytics se torna cada vez mais ampla, o potencial de crescimento de negócios não é apenas cumulativo, mas verdadeiramente exponencial. As empresas que falharem em agir hoje sofrerão não só em 2017, mas também limitarão seriamente o seu potencial de crescimento de 2018 em diante, uma vez que os resultados do aumento de insights, responsividade e eficiência tornam-se uma bola de neve”, completa Friedman.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor