Galaxy Tab S pisca o olho ao mercado empresarial

MobilidadeNegócios

A Samsung fez hoje a apresentação oficial à imprensa do Galaxy Tab S em Portugal. Tal como a B!T já tinha adiantado, o ecrã Super AMOLED é o maior destaque deste tablet, mas há outros detalhes que vale a pena ter em conta… Porventura, a maior diferença entre a apresentação de hoje e a apresentação

A Samsung fez hoje a apresentação oficial à imprensa do Galaxy Tab S em Portugal. Tal como a B!T já tinha adiantado, o ecrã Super AMOLED é o maior destaque deste tablet, mas há outros detalhes que vale a pena ter em conta…

Samsung Galaxy Tab S -  8.4 polegadas 7

Porventura, a maior diferença entre a apresentação de hoje e a apresentação internacional feita em Nova Iorque a meio do mês passado foi a do público-alvo deste tablet. Se, inicialmente, podíamos ficar com a ideia que este Galaxy Tab S se destina, acima de tudo, ao mercado de consumo, hoje a Samsung mostrou algumas características que o tornam igualmente interessante para o segmento empresarial.

Que fique bem claro, a Samsung fez questão de mostrar que os tablets, hoje em dia, são principalmente utilizados como ferramenta de consumo de conteúdos, especialmente de vídeos – razão pela qual decidiu apostar num ecrã WQXGA (2560×1600, 16:10) Super AMOLED, com capacidade de Adaptive Display –, ou seja, mostrou que o mercado de consumo continua a ser a sua prioridade. Mas a marca sul-coreana também apostou em ferramentas de segurança e produtividade, que fazem com que este tablet possa ir além do entretenimento.

Assim, além do já conhecido Knox, na componente de segurança podemos contar com um leitor de impressões digitais e com a capacidade de ter até 8 utilizadores (com fatores de personalização e privacidade para cada um deles). Isto sem contar com o já habitual ‘Kids Mode’.

Na componente de produtividade, destaque para a capacidade multi-janela, SideSync 3.0, Hancom Office, Remote PC e E-Meeting. A estes itens junta-se, por exemplo, uma licença de 6 meses para a aplicação WebEx da Cisco, que faz parte dos Galaxy Gifts (parcerias da Samsung com fornecedores de conteúdos e de serviços para disponibilizar conteúdos de forma temporária ou definitiva e de que são exemplo as aplicações Marvel Unlimited ou Rewind Cities). Em conversa com a B!T, um responsável da Samsung confessava que a utilização do WebEx é uma forma de mostrar como o Android pode ser uma ferramenta orientada à produtividade no mercado empresarial, algo que até a Microsoft começa a reconhecer, se tivermos em conta o anúncio de que irá disponibilizar uma versão do Office para este sistema operativo.

A tudo isto juntam-se uma série de acessórios, de onde vale a pena destacar a capa Book Cover, que é configurável em três ângulos de ecrã, e o teclado Bluetooth, que está disponível nas mesmas duas cores do Galaxy Tab S: branco e bronze.

Em relação a preços, o Tab S estará disponível, a partir de dia 11, numa variedade de opções de conetividade: Wi-Fi, ou Wi-Fi e LTE (4G), com 16GB + MicroSD (até 128GB). Os utilizadores podem escolher entre as versões de 10,5” (499,90€ na versão Wi-Fi e 599,90€ na versão 4G) e 8,4” (399,90€ na versão Wi-Fi e 499,90€ na versão 4G). Estará também disponível uma versão de 32GB, que terá um custo acrescido de 59€. Por fim, importa referir também que as três operadoras vão lançar ofertas subsidiadas deste equipamento, com um custo inferior de 59€.

   

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor