Fundo hedge potencia ações da BlackBerry

Negócios

As ações da BlackBerry subiram mais de seis por cento no início da transação de ontem, depois de o fundo de hedge Third Point, do investidor Daniel Loeb, informar ter comprado dez milhões de ações da fabricante de smartphones. A Third Point anunciou na sexta-feira que detém agora uma fatia de 1,9 por cento na

As ações da BlackBerry subiram mais de seis por cento no início da transação de ontem, depois de o fundo de hedge Third Point, do investidor Daniel Loeb, informar ter comprado dez milhões de ações da fabricante de smartphones.

blackberry-sign-2938A Third Point anunciou na sexta-feira que detém agora uma fatia de 1,9 por cento na BlackBerry, tornando-se o quinto maior acionista da empresa com sede em Waterloo, Ontário, de acordo com dados da Thomson Reuters.

As ações da BlackBerry subiram 6,8 por cento, para 9,59 dólares na Bolsa de Nova Iorque, enquanto em Toronto as ações subiram 6 por cento, para 10,47 dólares canadianos.

O fundo de hedge é conhecido por impulsionar mudanças nas empresas em que investe. Comprou uma fatia de sete por cento na Sony no ano passado e incentivou a empresa japonesa a separar o seu negócio de entretenimento.

Também promoveu mudanças em blue chips como Dow Chemical e Yahoo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor