Freescale e Broadcom com microprocessadores de SDN integrado

EmpresasNegócios

Empresas de semicondutores como a Freescale e a Broadcom estão a apostar em software-defined networking através de tecnologias operadas por chip. A Freescale Semiconductor e a Broadcom revelam um novo software e interfaces concebidos para facilitarem os processos organizacionais de transição para software-defined networks (SDN). As duas empresas anunciaram as suas respetivas ofertas ontem na

Empresas de semicondutores como a Freescale e a Broadcom estão a apostar em software-defined networking através de tecnologias operadas por chip.

Freescale

A Freescale Semiconductor e a Broadcom revelam um novo software e interfaces concebidos para facilitarem os processos organizacionais de transição para software-defined networks (SDN).

As duas empresas anunciaram as suas respetivas ofertas ontem na inauguração da Open Networking Summit 2014 na Califórnia. Os produtos pretendem permitir que as empresas alavanquem o software dos seus fornecedores e que os mais recentes protocolos OpenFlow adotem a SDN de forma a tornar as suas infraestruturas mais flexíveis e mais facilmente programáveis.

As SDN e a sua parente próxima Network-function Virtualization (NFV) criam redes mais dinâmicas, automatizadas e rentáveis através da transmutação de intelligence e serviços de mais complexos e dispendiosos switches físicos e routers para software que opere no hardware subjacente.

A Freescale está distribuir as suas soluções VortiQa SDN, que incluem o software de VortiQa open network director que foi otimizado para operar em chips de comunicações multi-nucleados QorlQ. A solução também inclui software de data plane que está pré-integrado com OpenFlow de nível comercial para possibilitar que os fabricantes de sistemas desenvolvam soluções para ecossistemas SDN.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor