Feed da aplicação Google está ainda mais personalizado

AppsInovaçãoMobilidade

A gigante tecnológica anunciou um novo feed na aplicação Google que torna mais fácil descobrir, explorar e manter o utilizador ligado a tudo o que lhe interessa, isto mesmo quando não faz qualquer questão. O feed inteligente recorre a machine learning para aprimorar a experiência.

“Como disse o grande Dr Seuss, “não há ninguém vivo que seja mais você do que você”. Na Google, sabemos que esta afirmação é mais do que verdadeira. Claro que todos temos muitas coisas em comum mas nenhum de nós tem exactamente a mesma mistura de paixões, interesses e objectivos que outra pessoa. E, ao mesmo tempo que tenta manter-se actualizado das coisas que lhe interessa e de distintas formas – redes sociais, novas aplicações, conversas com amigos – é difícil encontrar um local para saber exactamente o que é importante para si. A partir de hoje, isso vai mudar”, afirmou, num post do blog da empresa, Shashi Thakur, VP Engineering da Google.

A empresa refere que desde a introdução do feed em Dezembro, os algoritmos de auto-aprendizagem têm sofrido alterações e melhorias para personalizar ainda mais a experiência de cada utilizador.

Assim, o feed evolui com a pessoa adaptando-se aos seus gostos e às suas mudanças de interesses e os tópicos que não se quiser ver podem ser eliminados clicando nesse cartão específico ou visitando as definições da aplicação.

Além disso, o utilizador poderá agora, seguir tópicos, directamente a partir dos resultados da pesquisa, bastando clicar no botão “Seguir”  existente ao lado dos resultados da pesquisa.

Para disponibilizar informação de diversas perspectivas, as notícias podem ter múltiplos pontos de vista de várias fontes bem como outra informação relacionada e artigos. E sempre que disponível, é possível verificar factos e ver outra informação relevante para ajudar a uma compreensão mais completa sobre o tópico.

A nova experiência de feed está já disponível na app Google para Android e iOS, nos Estados Unidos e será disponibilizada a nível mundial ao longo das próximas semanas. 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor