Facebook prevê vender 600 mil Oculus Rift até ao final do ano

InovaçãoWearable
0 0 Sem Comentários

Os primeiros Oculus Rift só começaram a chegar às mãos dos consumidores esta semana, mas o Facebook tem planos extraordinários para os óculos de realidade virtual. Segundo dados da consultora Cantor Fitzgerald, a empresa planeia vender 600 mil unidades já este ano.

É um número avultado, tendo em conta o preço de 599 dólares e a disponibilidade – chegou primeiro a cerca de 20 territórios e ainda não se sabe o calendário seguinte de lançamento. Além disso, as primeiras críticas apontam para a pouca utilidade do Oculus Rift fora do circuito dos videojogos, pelo menos enquanto não surgem mais conteúdos.

Se as previsões do Facebook estiverem certas, então a nova unidade de negócio vai gerar mais de 520 milhões de dólares já este ano. A tabela da Cantor Fitzgerald, divulgada pelo Business Insider, mostra que a expectativa é de atingir 1,6 mil milhões de dólares de receitas já no final de 2017, com a venda de cerca de dois milhões de Oculus Rift, mais 410 milhões de software relacionado.

Em 2020, de acordo com a previsão, a unidade traria ao Facebook 6,6 mil milhões de dólares em hardware e 2 mil milhões em software. Uma fatia significativa das receitas totais da rede social.

“O Facebook está a posicionar-se no que acreditamos ser o epicentro de uma oportunidade de crescimento multi-anual e multi-milionária na realidade virtual”, escreveu o analista Youssef Squali, no relatório da Cantor Fitzgerald. “Enquanto a taxa de adoção pode ser lenta inicialmente, com a plataforma a atrair jogadores primeiro, estimamos que a realidade virtual pode representar mais ou menos 10% do volume de negócios total do Facebook em 2020, e ajudar a sustentar um crescimento excecional das receitas da empresa durante vários anos.”

O Facebook comprou a Oculus em julho de 2014, por cerca de dois mil milhões de euros. Com estas previsões, a empresa de Mark Zuckerberg rapidamente recuperará o investimento; mas o Oculus Rift terá concorrentes de peso em breve. O HTC Vive chega em abril e o PlayStation VR em outubro. Haverá um mercado assim tão grande para três grandes óculos de realidade virtual, mais uma mão cheia de indies como a OSVR e a AntVR?


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor