Facebook vai identificar notícias falsas

e-MarketingRedes Sociais

O Facebook anunciou ontem que vai começar a assinalar as notícias cuja veracidade ainda esteja em discussão, para avisar os utilizadores que podem estar a ler ou a partilhar informações falsas. Esta medida vem na sequência das crescentes críticas a que a rede social tem estado sujeita por não ter agido durante a campanha das eleições presidenciais americanas.

No seu perfil da rede social, o fundador Mark Zuckerberg divulgou a nova medida e afirmou que “temos a responsabilidade de garantir que o Facebook tenha impacto mais positivo no mundo”.

Para isto, o Facebook vai aliar-se a uma rede de verificação de factos, a rede internacional de fact-checking do Instituto Poynter, uma das mais reputadas escolas de jornalismo dos Estados Unidos. Contudo, os textos considerados falsos não serão eliminados do site mas sim assinalados com uma flag.

Sempre que partilhar uma noticia falsa, o utilizadore será avisado disso sendo que esses posts irão surgir muito poucas vezes nos feeds. 

“Se há algo a ser questionado, nós vamos fazer com que o utilizador saiba. Mas ainda pode partilhá-lo, porque nós acreditamos em dar voz às pessoas” afirmou, em comunicado, Adam Mosseri, vice-presidente de Gestão de Produto do Facebook.

Por enquanto, as novidades estão disponíveis apenas para alguns utilizadores nos Estados Unidos.

Veja ao vídeo explicativo:


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor