Facebook testa tecnologia que reconhece rosto mesmo quando escondido

Inovação

O Facebook testa agora uma nova tecnologia que permite identificar o rosto do utilizador sem que este precise de olhar diretamente para a câmara. Em vez de analisar as feições, o algoritmo utiliza características de identificação como o corte de cabelo, a forma e a postura do corpo, bem como a roupa.

Yann LeCun, chefe da inteligência artificial do Facebook, concebeu este projeto de forma a possibilitar a identificação da pessoa mesmo que o seu rosto não seja percetível, ou seja, em situações de fraca iluminação ou quando o rosto estiver escondido ou afastado.

Testes prévios recorreram a cerca de 40 mil fotos publicadas no Flickr, sendo que o utilizador foi reconhecido em 83 porcento dos casos, segundo o webiste NewScientist. Tendo em conta o sucesso dos resultados, é possível que a rede social integre a tecnologia num futuro próximo.

Contudo, existem aspetos menos positivos na criação deste software, uma vez que pode causar problemas relacionados com a privacidade. É comum que certas pessoas evitem aparecer nas fotografias, facto que, com o desenvolvimento desta componente tecnológica, pode originar alguns entraves, na medida em que, quer a pessoa queira ou não, é identificada pelo sistema.

Apesar desta característica, o programa experimental pode servir como alerta ao utilizador, informando-o nas ocasiões em que a sua fotografia aparecer online.

A Moments, outra aplicação recente do Facebook, tem também gerado alguma agitação no mundo digital, dado que utiliza uma tecnologia semelhante de reconhecimento facial, tendo sido proibida a sua utilização na Europa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor