Facebook quer tornar-se instituição de e-money

e-Commercee-Marketing

O Facebook está a preparar-se para prestar aos utilizadores serviços financeiros em forma de remessas e dinheiro eletrónico. De acordo com o Financial Times, que cita várias pessoas envolvidas no processo, o Facebook poderá, em breve, obter a aprovação do regulador na Irlanda para um serviço que permite aos seus utilizadores armazenarem dinheiro na própria

O Facebook está a preparar-se para prestar aos utilizadores serviços financeiros em forma de remessas e dinheiro eletrónico.

TechOne3_Facebook-acquisitionDe acordo com o Financial Times, que cita várias pessoas envolvidas no processo, o Facebook poderá, em breve, obter a aprovação do regulador na Irlanda para um serviço que permite aos seus utilizadores armazenarem dinheiro na própria rede e usá-lo para efetuar pagamentos em dinheiro ou realizar transferências com outros utilizadores.

A autorização do banco central da Irlanda para se tornar uma instituição e-money irá permitir à rede social emitir unidades de valor monetário. Este dinheiro eletrónico será válido em toda a Europa, através de um processo conhecido como “passaporte europeu”.

O Facebook também estará a negociar possíveis parcerias com três empresas londrinas que oferecem serviços internacionais de transferência de dinheiro online e via smartphones.

No caso da Azimo, uma dessas três empresas, e segundas fontes familiarizadas com o processo, o Facebook pretende comprar a empresa por dez milhões de dólares para recrutar um dos seus cofundadores como diretor de desenvolvimento de negócios.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor