Facebook paga 20 milhões por utilização de dados

Negócios

O Facebook vai ter de pagar 20 milhões de dólares (cerca de 15 milhões de euros) por ter permitido a associação de dados pessoais dos utilizadores a conteúdos com fins publicitários. Um juiz de São Francisco aprovou na segunda-feira à noite o montante que o Facebook  sugeriu em outubro passado. O dinheiro será distribuído por

O Facebook vai ter de pagar 20 milhões de dólares (cerca de 15 milhões de euros) por ter permitido a associação de dados pessoais dos utilizadores a conteúdos com fins publicitários.

Facebook1

Um juiz de São Francisco aprovou na segunda-feira à noite o montante que o Facebook  sugeriu em outubro passado. O dinheiro será distribuído por grupos de defesa da privacidade na Internet, advogados e utilizadores da rede social que apresentaram uma queixa coletiva no início de 2011. Esta foi apresentada após o Facebook ter lançado a função “Sponsored Stories” que converte algumas das ações dos utilizadores em anúncios.

O magistrado de São Francisco considera que o montante é suficiente para encerrar o caso de forma amigável. O acordo prevê que a rede social modifique regras de funcionamento e dê mais controlo aos utilizadores sobre o potencial uso dos respetivos dados pessoais para fins publicitários.

Foram afetados cerca de cento e cinquenta milhões de utilizadores mas foram poucos que apresentaram queixa formal.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor