Facebook lança Messenger Platform

e-MarketingRedes SociaisSoftware

O Facebook acaba de lançar o Messenger Platform, permitindo que os programadores possam criar aplicações que otimizem a comunicação feita através do serviço de mensagens mobile da rede social. Zuckerberg deixou bem claro que o Messenger é um produto que está a ganhar força, e que não vai ficar por aqui. Durante o seu discurso

O Facebook acaba de lançar o Messenger Platform, permitindo que os programadores possam criar aplicações que otimizem a comunicação feita através do serviço de mensagens mobile da rede social. Zuckerberg deixou bem claro que o Messenger é um produto que está a ganhar força, e que não vai ficar por aqui.

messenger developer

Durante o seu discurso de abertura da conferência anual para developers, Mark Zuckerberg, o jovem multimilionário que co-fundou e gere o Facebook, afirmou que os programadores são um crucial elemento que tem, ao longo dos últimos tempos, feito crescer a rede social, tornando-a no colosso que hoje é.

Caracterizando a empresa como uma família de apps, assente no Instagram, no Messenger, no Groups, no WhatsApp e na própria rede Facebook, o CEO explicou que a comunicação está a evoluir, e, com ela, também as plataformas têm de dar um passo em frente. Dito isto, Zuckerberg assegurou que “esta família vai continuar a crescer”, para avolumar o portfólio de formas de comunicação de que os utilizadores podem dispor.

Assim, é apresentado o Messenger Platform. Através deste serviço, os developers, como afirmou o executivo, podem desenvolver inovadoras formas de comunicação, que permitam aos utilizadores expressarem-se melhor. Disse Zuckerberg que ao longo do último par de anos o Facebook procurou transformar o Messenger num serviço que conseguisse elevar a comunicação a um novo patamar, com a adição de chamadas, imagens, ícones expressivos e, mais recentemente, com a introdução de funcionalidades de pagamento mobile.

David Marcus, vice-presidente de Messaging Products do Facebook, deu a conhecer o Messenger Business. Desta forma, a plataforma de mensagens instantâneas aproxima o comprador do comerciante. “Chegou a altura de reinventarmos a interação entre negócios e pessoas”, declarou Marcus.

Com esta nova adição, o utilizador, após ter requisitado um produto online, pode ser notificado da realização da compra através do Messenger, contornando, como disse Marcus, as torrentes de emails de confirmação que apenas servem para encher a caixa de correio eletrónico. Para além disso, o utilizador tem a possibilidade de acompanhar o trajeto da encomenda quase em tempo-real. O Messenger Business permite que o utilizador possa comunicar numa base de one-to-one com o comerciante.

Esta nova funcionalidade deverá, segundo Marcus, chegar às mãos dos utilizadores durante as próximas semanas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor