Facebook junta-se à S&P 500

e-MarketingEmpresasNegócios

A Standard & Poor’s anunciou que o Facebook se vai juntar ao índice S&P 500 depois do fecho de transações do dia 20 de dezembro, cimentando o crescimento da rede social como uma das maiores e mais poderosas empresas dos Estados Unidos. A decisão vem no seguimento de mais um trimestre de lucros, o quarto

A Standard & Poor’s anunciou que o Facebook se vai juntar ao índice S&P 500 depois do fecho de transações do dia 20 de dezembro, cimentando o crescimento da rede social como uma das maiores e mais poderosas empresas dos Estados Unidos.

Facebook-stockA decisão vem no seguimento de mais um trimestre de lucros, o quarto consecutivo, um dos critérios que a Standard & Poor’s usa para determinar a elegibilidade para o índice.

As ações do Facebok cresceram 4,3 por cento, para 51,51 dólares, depois do anúncio da S&P. As ações costumam aumentar quando uma empresa é incluída no índice, uma vez que vários investidores seguem o S&P 500 e comprar ações das empresas que entram nelas.

No entanto, no dia de ontem, as ações da rede social fecharam a 49,38 por cento, cerca de 30 por cento acima do preço de oferta inicial em maio de 2012, valor que era de 38 dólares.

A Standard & Poor’s anunciou, ainda, que no dia 20 de Dezembro entram no índice as empresas Alliance Data Systems Inc e Mohawk Industries, saindo a Abercrombie & Fitch, JDS Uniphase e Teradyne. O Facebook vai substituir a Williams Cos no índice S&P 100, das maiores cem empresas norte-americanas. A Williams vai-se manter no índice S&P 500.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor