Facebook introduz novos Privacy Basics e login mais seguro

e-MarketingRedes SociaisSegurança

O Facebook acaba de introduzir novos Privacy Basics para que seja mais fácil para os utilizadores encontrarem ferramentas que controlam a informação que partilham na rede social e o login com autenticação em duas etapas (two-factor authentication) com chaves de segurança.

Os utilizadores do Facebook já podem, desde ontem, usar uma chave de segurança FIDO U2F para se autenticarem durante o processo de login. 

A autenticação em duas etapas ou de dois fatores é uma camada extra de segurança que ajuda a verificar a identidade do utilizador. Desta forma, os criminosos não poderão entrar na conta mesmo se possuírem o username e a password.

A rede social já tinha um método de envio de um código de verificação para o telemóvel mas este tipo de solução não é a mais segura. As chaves de segurança são geradas uma vez e são armazenadas fisicamente, por exemplo numa pen drive que deve ser usada no computador sempre que fizer login. Além do mais, a mesma chave pode ser usada em contas de vários serviços, como Google, Dropbox, entre outros.

A activação deste processo é feita nas Definições de Segurança da conta, escolhendo Aprovação de acesso e clicando em “Adicionar Chave” na área Chaves de segurança.

Mas há um senão que é que as chaves de segurança ainda não conseguem integrar-se com a maioria dos dispositivos móveis e por isso quando um utilizador fizer uso do seu smartphone para entrar no Facebook, a única forma de manter a autenticação em duas etapas, é o uso do código via SMS.

O Facebook também anunciou chaves de segurança com base em NFC que poderão ser utilizadas com dispositivos Android com essa tecnologia mas os utilizadores terão de realizar login através do site e não na aplicação.

“Não consideramos a autenticação em duas etapas obrigatória”, indicou Brad Hill, engenheiro de segurança no Facebook, ao TechCrunch. “Vemos a segurança das contas dos utilizadores como nossa responsabilidade independentemente da tecnologia que o utilizador escolher”, acrescentou.

Outro lançamento da empresa de Mark Zuckerberg foi a Privacy Basics, que oferece funcionalidades melhoradas e com os principais tópicos com base nas perguntas mais frequentes sobre privacidade e segurança. Esta ferramenta tem como objetivo ensinar o utilizador a controlar a sua privacidade.

“O Facebook está a efetuar estas melhorias como parte do ‘Data Privacy Day’, celebrado todos os anos a 28 de janeiro. O Facebook juntou-se a procuradores-gerais e outros políticos que estão a partilhar a sua própria informação de privacidade no Facebook, juntamente com organizações em todo o mundo, como a ‘National Cyber Security Alliance’, a ‘Electronic Frontier Foundation’ e a ‘Center for Democracy and Technology’, que estão a trabalhar para aumentar a consciencialização de como ter o controlo da sua informação online” indicou, em comunicado, a rede social.

O Facebook também recomenda que todos utilizadores façam um Privacy Check-Up, escolham quem vê o que publica e usem o código de verificação por SMS para fazer o login.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor