Extensão das vendas do Chromecast pela Google

e-MarketingEmpresasEscritórioNegócios

O Chromecast, lançado pela Google, com a capacidade de fazer streaming de conteúdos de dispositivos móveis para televisão abrange agora as vendas para um mercado mais vasto. Depois do lançamento da plataforma Chromecast exclusivamente na América do norte, a Google decide expandir a venda desta para um mercado mais alargado. No passado mês de fevereiro

O Chromecast, lançado pela Google, com a capacidade de fazer streaming de conteúdos de dispositivos móveis para televisão abrange agora as vendas para um mercado mais vasto.

ChromecastDepois do lançamento da plataforma Chromecast exclusivamente na América do norte, a Google decide expandir a venda desta para um mercado mais alargado.

No passado mês de fevereiro a empresa Google anunciou o lançamento de um kit de desenvolvimento (SDK) complementar à plataforma destinada essencialmente a programadores.

As vendas do periférico estão na unidade dos milhões com uma tendência de acréscimo. Este custa trinta e cinco dólares, tendo suscitado curiosidade aos mercado pelo seu conceito. Por outro lado o leque limitado de conteúdos lançou criticismo por parte dos consumidores. Espera-se que o SDK, o kit complementar da plataforma, venha a amenizar as críticas.

Sundar Pichai, diretor de inovação da companhia, no contexto do SXSW (evento anual de música, filmes e conferência interativas que ocorre em Austin) anunciou que nas próximas semanas espera-se que o Chromecast chegue a outras partes do mundo, confirmando a expetativa de que haveria uma aproximação aos mercados britânico e australiano.

Portugal ainda não consta na lista de países a que se destinam as vendas da plataforma, no entanto o programa já pode ser adquirido em Portugal a partir de sites de comércio eletrónico como a Amazon, embora com várias limitações relativamente aos conteúdos disponíveis e acessos a partir de Portugal.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor