Exército norte-americano multado por usar software pirata

EmpresasNegóciosSoftware

O Exército dos Estados Unidos terá de pagar 50 milhões de dólares, ou seja, 36,9 milhões de euros, por usar cópias ilegais de software militar. A Apptricity, empresa que fornece programas de logística militar, descobriu há um ano que o software estava instalado em muitas mais máquinas do que as que tinham licença. O contrato

O Exército dos Estados Unidos terá de pagar 50 milhões de dólares, ou seja, 36,9 milhões de euros, por usar cópias ilegais de software militar.

Ranger_MOUT_exerciseA Apptricity, empresa que fornece programas de logística militar, descobriu há um ano que o software estava instalado em muitas mais máquinas do que as que tinham licença.

O contrato inicial previa a utilização por parte de 500 pessoas mas no ano passado foi descoberto que, para além dos 500 postos iniciais, havia mais nove mil máquinas e cem servidores que tinham o programa instalado.

O Exército norte-americano foi assim processado pela Apptricity, tendo de pagar uma indemnização de 36,9 milhões de euros, apesar dos representantes legais das autoridades se terem mantido em silêncio. A empresa pedia uma compensação de 224 milhões de dólares, o que corresponde a 165 milhões de euros.

O programa permite registar as movimentações das tropas em tempo real, gerir stocks e ajudou também no planeamento da missão de auxílio às vítimas do terramoto do Haiti, em 2010.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor