Executivos da HTC acusados de fuga de informação

EmpresasNegócios

Cinco elementos da equipa de design da HTC foram formalmente acusados de disponibilizarem informações internas da empresa a terceiros. Os executivos arriscam-se assim a penas de prisão que podem ir até aos dez anos. A HTC está a passar por uma fase menos boa. Além de estar a lutar para permanecer relevante no mercado dos

Cinco elementos da equipa de design da HTC foram formalmente acusados de disponibilizarem informações internas da empresa a terceiros. Os executivos arriscam-se assim a penas de prisão que podem ir até aos dez anos.

What’s-going-on-with-HTCA HTC está a passar por uma fase menos boa. Além de estar a lutar para permanecer relevante no mercado dos smartphones, vê agora cinco elementos da sua equipa a serem acusados de fuga de informação.

As informações em questão dizem respeito ao design de produtos da fabricante e foram fornecidas a entidades oriundas da China. Dos cinco elementos formalmente acusados, três deles são executivos proeminentes dentro da empresa.

Thomas Chien, Vice-Presidente de design de produto, Hu Hang, Diretor de recursos humanos e Justin Huang, Gestor Sénior na HTC são os três executivos acusados.

No entanto, esta não é a única acusação. Estes elementos são também responsáveis por causarem à HTC prejuízos de aproximadamente um milhão de dólares, ou seja, 0,73 milhões de euros, através de contratos falsos. Estas transgressões estão na origem das acusações formais e poderão culminar em penas de prisão de até dez anos.

O Gestor Sénior Justin Huang foi o primeiro a projetar o design do HTC One, o atual topo-de-gama da empresa e uma das propostas mais populares do mercado dos smartphones Android.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor