Ex-CEO da GM critica Apple por querer fabricar carros

EmpresasNegócios

Dan Akerson não vê com bons olhos os desejos da Apple pelo setor automóvel. O ex-CEO da General Motors disse que esta manobra poderá não compensar o risco a que a tecnológica se exporá ao mergulhar neste mercado. Na semana passada ficou claro que a Apple faz tenções de deixar a sua marca no universo

Dan Akerson não vê com bons olhos os desejos da Apple pelo setor automóvel. O ex-CEO da General Motors disse que esta manobra poderá não compensar o risco a que a tecnológica se exporá ao mergulhar neste mercado.

dan akerson general motorsNa semana passada ficou claro que a Apple faz tenções de deixar a sua marca no universo dos automóveis, quando fontes próximas da Bloomberg revelaram que a fabricante do iPhone estaria a trabalhar no seu próprio carro elétrico. Depois da comunicação, as ações da Apple dispararam.

Akerson, que liderou a GM de 2010 até 2014, mostrou-se muito cético relativamente à viabilidade da estratégia da Apple para ingressar no ramo da automobilística. O executivo afirmou que a Apple pode não estar devidamente ciente das dificuldades que enfrentará se mergulhar de cabeça no setor.

A Bloomberg disse que será muito mais vantajoso para a tecnológica formular parcerias com fabricantes de automóveis, produzindo programas operativos e equipamentos de entretenimento para carros, ao invés de deambular desamparada por um mercado para o qual pode não estar preparada.

Assim, o antigo diretor executivo da General Motors disse que a Apple deveria ter cuidado e colocar de lado a ideia de querer juntar automóveis ao seu portfólio de produtos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor