Evento da Ineo estimula criação de startups portuguesas em Coimbra

EmpresasInovaçãoNegóciosStartup
0 0 Sem Comentários

O evento, que decorre no próximo dia 20 de abril, consiste na apresentação das dez equipas portuguesas que frequentaram o programa de aceleração de tecnologias e ideias em negócios. Desde que começou, em 2010, o INEOStart já juntou mais de 500 participantes, divididos em 90 equipas que criaram 56 empresas com uma taxa de sobrevivência de 85%.

De acordo com o comunicado de imprensa, o INEOStart é um projeto que junta diferentes parceiros e autores com o objetivo de se tornarem uma referência na divulgação e estímulo à inovação, empreendedorismo e startups.

Em concreto, as ideias apresentadas são acompanhadas, num caminho que as testa até ao eventual lançamento. Por outras palavras estimula o desenvolvimento de um modelo de negócios sustentável ao encontrar a equipa certa e definir uma estratégia de entrada no mercado. O mesmo comunicado dá o exemplo de empresas como a Laserleap, BSIM2, DoDOC ou BOOKinLOOP, entre muitas outras, deram os primeiros passos no INEOStart.

O evento designado por Demo Day do INEOStart’2017 vai decorrer no Auditório da Aceleradora do IPN e a entrada é livre, sendo necessária a inscrição prévia aqui. Vão ser apresentados projetos ligados a áreas como a saúde, oceanos, economia circular, mobilidade, ‘smart cities’ ou mesmo a arqueologia vão ser apresentados publicamente a uma plateia de investidores, potenciais clientes, parceiros e outros stakeholders.

Para a edição de 2017, que começou no dia 1 de março, foram selecionadas dez equipas:Blood Reprogramming Technologies, Dignus, EcoXperience, InEye, Koi4Rare, Negotiation Technologies, THEIA, Neritical, Sleep Apnea ID e Venex. Durante um mês, as ideias destas equipas foram sujeitas à avaliação do modelo de negócios que definiram, testando desde o público a que se destinam, ao modo como vão procurar investimento, e mesmo à estratégia escolhida para a entrada no mercado.

O evento destina-se principalmente a investigadores que alcançaram resultados de I&DT passíveis de gerar produtos/serviços competitivos em mercados globais; projetos ou startups de base tecnológica em fase de desenvolvimento do seu produto/serviço e equipas de empresas já constituídas.

É de recordar que o INEO Start é promovido pelo Ineo, Instituto Pedro Nunes (IPN), Universidade de Coimbra e jeKnowledge – Júnior Empresa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor