Estudo sobre DevOps regista redução de custos [com vídeo]

Big DataData-StorageDevOpsEmpresasNegóciosProjetos

As empresas que implementaram DevOps, registaram um aumento de 23 por cento na rapidez das entregas de software, um aumento de clientes em 13 por cento e uma redução de dez por cento nos gastos em desenvolvimento e operações, segundo o estudo da CA Technologies. As conclusões deste estudo mostra ainda que as empresas portuguesas

As empresas que implementaram DevOps, registaram um aumento de 23 por cento na rapidez das entregas de software, um aumento de clientes em 13 por cento e uma redução de dez por cento nos gastos em desenvolvimento e operações, segundo o estudo da CA Technologies.

CAM00099As conclusões deste estudo mostra ainda que as empresas portuguesas e espanholas aumentaram a qualidade das suas aplicações de software em 19 por cento com a utilização de DevOps.

DevOps é uma metodologia que visa fomentar a colaboração entre as equipas que desenvolvem e testam as aplicações (Dev), e as equipas que as mantêm nos seus ambientes de produção (Ops). Para saber mais sobre a adopção de DevOps, a CATechnologies pediu um estudo à empresa VansonBourne, que realizou um inquérito a 1300 responsáveis pela tomada de decisões em TI, de 21 países, entre os quais Portugal e Espanha.

O estudo, intitulado TechInsightsReport: WhatSmartBusinessesKnowAboutDevOps, indica que a utilização da metodologia DevOps permitiu às empresas inquiridas em Portugal e Espanha obter uma melhoria no negócio entre cinco e 25 por cento a nível de aumento de receitas, rapidez na entrega de software ou serviços, número de clientes e colaboração entre departamentos, entre outros benefícios.

Em ambos os países, a utilização de DevOps trouxe importantes vantagens económicas para as empresas. Além de levar a um aumento das receitas em 25 por cento, os inquiridos que utilizam DevOps assinalaram uma melhoria de até 13 por cento no seu negócio, a qual é refletida em mais clientes, oportunidades de inovar com novos serviços e menores gastos em desenvolvimento e operações.

Por outro lado, mais de um terço das empresas (36 por cento) utilizam ou prevêem utilizar DevOps, enquanto 43 por cento dos inquiridos reconhece que a implementação de uma estratégia DevOps é agora mais necessária.

A colaboração está a impulsionar a procura por DevOps. Metade das organizações da Península ibérica estão a pedir uma maior colaboração entre as equipas de desenvolvimento e de operações. Cerca de 38 por cento estão a implementar DevOps devido às pressões das linhas de negócio para lançar aplicações de forma mais rápida. Os possíveis obstáculos para uma implementação DevOps estão relacionados com a forma como está organizado o negócio e com questões relativas aos orçamentos. O principal obstáculo é a complexidade organizativa – envolvimento de demasiadas pessoas ou departamentos e interdependências excessivas –, que é apontado por 47 por cento dos inquiridos em Portugal e Espanha. A falta de compreensão das fases de todo o ciclo de desenvolvimento e de quem é responsável por cada uma delas foi apontada por 35 por cento, e a falta de budget ou falta de clareza sobre que orçamento cobre cada elemento foi apontado por 32 por cento dos inquiridos.

“A CATechnologies tomou a liderança na identificação dos benefícios e desafios da adopção de DevOps”, apontou José Ferraz, SrSolutionStrategist, CATechnologies. “O estudo apresenta uma imagem clara do que as empresas podem esperar ganhar ao adoptar a nova estratégia e a transformação na sua organização de TI. DevOps está a passar da teoria para um enfoque estratégico essencial para todas as empresas”.

Metade das empresas inquiridas na Península Ibérica (52 por cento) vai medir o sucesso da sua estratégia DevOps em função de factores internos, como menores custos, menor número de erros (bugs), melhoria de eficiências, maior retorno do investimento e melhoria da colaboração entre departamentos, entre outros. Cerca de 26 por cento vai avaliar o êxito em função de métricas de negócio de carácter externo, como o aumento das receitas, tempos mais curtos de lançamento de produtos para o mercado, melhoria da posição competitiva e melhoria da experiência do cliente.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor