Estudo da Wipro revela aumento de 85% na automação de testes

ProjetosSoftware

O estudo “Estado de Qualidade 2016” realizado pela Wipro Limited analisou como a digitalização transformou os testes de software tradicionais. Foi detetado que houve um aumento de 85% na automação de testes nas diferentes indústrias para acompanhar o ritmo da evolução tecnológica.

A pesquisa foi conduzida por um período de nove meses pelo setor de Testing Services (Serviços de Teste) da Wipro utilizando ferramentas analíticas com o objetivo de identificar padrões distintos e tendências-chave no teste de software.

Além do mais, foi centrada nos cinco pilares de testes e de Quality Assurance (QA) que são automação, engenharia de desempenho, ambiente de teste e gestão de dados, experiência final do cliente (Aplicações Móveis) e engenharia de qualidade.

O estudo demonstrou um aumento de 85% na automação de testes ao longo de dois anos e em todos os setores da indústria. Esse crescimento é alimentado por ferramentas Open Source de fácil acesso no mercado hoje. Foi, também, verificado que 73% de todos os testes de desempenho são compostos por testes de aplicações web.

No que diz respeito à experiência final do cliente, a necessidade de maiores investimentos em engenharia de qualidade e testes foi uma das conclusões. A análise do feedback das redes sociais sobre 30 aplicações móveis em toda a América do Norte e Europa, nas áreas de retalho e banca, destacou que 59% dos utilizadores finais estão insatisfeitos com as suas aplicações por motivos de estabilidade, interoperabilidade e usabilidade. Os utilizadores de aplicações bancárias na Europa têm preocupações quanto à segurança da aplicação, o que indica uma crescente necessidade de engenharia e teste de qualidade.

Por outro lado, os testes de software estão cada vez mais direcionados para o campo da detecção de defeitos para a sua prevenção, evitando falhas desde o início do processo.

“As aplicações estão no centro de uma empresa digital e, com tecnologias como nuvem, analytics e a mobilidade que dirige as necessidades do negócio, o teste de software evoluiu para uma disciplina de engenharia e garantia de qualidade, assegurando uma experiência de TI flexível e resiliente na organização. Os Serviços de Testes na Wipro, estão a liderar essa transformação com plataformas inovadoras, como a AssureNXT e a IntelliAssure. Esta última, por sua vez, é uma Plataforma de Inteligência Artificial para Engenharia e Testes de Qualidade, que é alimentada pela Wipro HOLMES Artificial Intelligence Platform . O “Estado de Qualidade 2016” é o primeiro de uma série de relatórios que serão publicados anualmente pela Wipro” afirmou, Hiral Chandrana, VP Sénior e Chefe Global, Business Application Service da Wipro Limited.

Segundo Ankur Prakash, VP para New Growth e Emerging Markets da Wipro, “A Wipro mantém seus níveis de excelência no caminho da transformação digital para os negócios de nossos clientes. Os números indicados pelo estudo, demonstram que ainda há muito a ser feito, e por outro lado, cada vez mais as empresas têm compreendido a real importância do ambiente de testes. Prevenir para não remediar.”

O estudo foi baseado em insights das ações do Wipro Testing e Quality Assurance (QA) e incorpora dados coletados nos setores da Banca, Serviços Financeiros e Seguros (BFSI), Retalho e Bens de Consumo, Saúde e Ciências da Vida, Manufatura & Tecnologia, Media & Telecom e Utilities nos EUA, Canadá, Europa e Ásia.

O relatório “Estado de Qualidade 2016 ” está disponível para download aqui.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor