Estudo da Huawei realça o potencial do cérebro humano

EmpresasInovaçãoNegócios

Um novo estudo da Huawei explora os paralelismos entre o cérebro humano e a Inteligência Artificial.

A Huawei lançou os resultados de um estudo feito na Europa sobre as semelhanças entre o cérebro humano e a Inteligência Artificial, revelando que em média 99,74% das pessoas desconhece as decisões reais que tomam diariamente e mostrando o quanto o cérebro humano funciona sem que tenhamos consciência desses fatos.

É geralmente aceite que o cérebro humano faz aproximadamente 35.000 decisões por dia. No entanto, esta pesquisa, tendo como base uma amostra de 10.000 pessoas na Europa, revela que estamos cientes de apenas 0,26% dessas decisões, embora os inquiridos acreditem que decidem apenas 92 vezes por dia.

Segundo Walter Ji, presidente da Huawei para a Europa Ocidental: “A pesquisa mostra as semelhanças entre a inteligência humana e a Inteligência Artificial, funcionando e em segundo plano para melhorar a nossa vida. Ao revelar uma diferença significativa entre o número de decisões que acreditamos tomar todos os dias e o número real, os resultados também demonstram outras discrepâncias como por exemplo entre a forma como pensamos que passamos o nosso tempo e como realmente o passamos”.p

Esta pesquisa revela ainda dados sobre como as pessoas gostariam que os smartphones as ajudassem em várias decisões e lhes facilitassem a vida, com 47% dos inquiridos a responder que gostariam de receber informação sobre novas formas criativas de cozinhar e 43% a afirmar que gostariam de ter notificações automáticas sobre viagens. Cerca de 39% disseram que gostariam de ajuda para aprender novas línguas, 38% gostariam de ajuda para tirar melhores fotografias e 31% gostariam de receber novas músicas dos seus artistas favoritos. Os inquiridos puderam escolher mais de uma opção, razão pela qual o total supera os 100%.

Quando solicitado que estimassem quantas decisões tomam por dia sobre comida, o palpite médio foi de sete, em comparação com as 221 vezes que o fazem na realidade, mostrando como simplesmente não estamos conscientes da maioria das decisões diárias que o nosso cérebro executa. Da mesma forma, os resultados mostraram que a expetativa média do número de vezes que verificamos os nossos telefones todos os dias era de 22 vezes quando, na realidade, olhamos para os nossos dispositivos móveis cerca de 76 vezes por dia. E enquanto pensamos tomar uma média de apenas 3.1 decisões ao fazer uma chávena de chá, tomamos na realidade 654 decisões.

A diferença entre o número de decisões que tomamos e o número que pensamos tomar também é claro quando se trata de nos prepararmos para sair – a pesquisa revela que acreditamos apenas gastar uma média de oito minutos diários a decidir o que vestir quando, na verdade, gastamos mais do que o dobro – cerca de 17 minutos.

Está pesquisa foi realizada como parte da campanha de lançamento da nova série de smartphones Huawei Mate 10, que apresenta o primeiro processador Kirin de IA. O chipset inteligente é o primeiro da Huawei a incluir uma Unidade de Processamento Neural (NPU) e foi projetado para oferecer uma experiência de smartphone mais rápida e mais eficiente . O estudo foi lançado na Galeria Saatchi de Londres, organizado pela Huawei, no seu evento “AI and Humans: Great Minds Think Alike”, que explorou como desencadear o potencial do cérebro humano e da Inteligência Artificial (IA). Feita no decorrer de novembro de 2017 pela Lightspeed Research, em nome da Huawei, inclui entrevistados de dez países: Reino Unido, Itália, Alemanha, Portugal, Espanha, Holanda, Irlanda, Suíça, Bélgica e França. É nacionalmente representativo por idade, género e região.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor