Estudo: cada português comprará, em média, onze presentes

e-Commercee-Marketing

Os resultados do estudo mostram que cada português irá comprar mais de uma dezena de presentes, em que um número considerável das compras será feita por comércio online. O estudo é do site de compras coletivas Odisseias e mostra que, mesmo em tempo de crise, as compras de Natal não são deixadas de lado. Cada

Os resultados do estudo mostram que cada português irá comprar mais de uma dezena de presentes, em que um número considerável das compras será feita por comércio online.

compras, computador, e-commerce

O estudo é do site de compras coletivas Odisseias e mostra que, mesmo em tempo de crise, as compras de Natal não são deixadas de lado. Cada português comprará uma média de onze presentes, em que cinco deles serão adquiridos através de comércio online.

Mas também existem as situações opostas do espectro, que podem, literalmente, ir do oito ao oitenta. Se há portugueses que só comprarão uma prenda para oferecer no Natal, também existe quem tenha 50 presentes para comprar.

Falando em números, o orçamento médio por pessoa ronda os 211 euros, sendo que 90 euros desse valor vão ser transacionados através de compras na internet. Resumindo, o estudo mostra que o perfil do consumidor português vai-se alterando e que o online tem vindo a ganhar terreno na escolha dos consumidores, embora seja mais visto como uma forma de pesquisa e comparação – as compras nas lojas físicas continuam a dominar.

“O e-commerce é cada vez mais uma realidade, e mesmo o uso de smartphone está aumentar, principalmente para fazer pesquisas e comparar produtos. Todos os anos, é no Natal que há possibilidade de fazer estes estudos e ver a evolução do consumidor português, e mais uma vez constatamos um aumento de pessoas a comprar através do online. Com estes dados, é importante que as empresas nacionais percebam a importância de ter lojas físicas, mas também de marcarem presença no online”, comentou Francisco Costa, responsável pela empresa que levou a cabo o estudo.

O estudo contou com uma amostra de 500 inquéritos, feitos a indivíduos entre os 18 e os 65 anos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor